Nova Geração # Especial – Carnaval 2019 – Estranho Concerto

Há pouco dias de mais uma festa carnavalesca, refletimos sobre o significado emocional de vincular-se as manifestações de alegria eufórica desse período.

 

Estranho concerto


Clamou o Orgulho ao homem: – “Goza a vida!
E fere, brasonado cavaleiro,
Coroado de folhas de loureiro,
Quem vai de alma gemente e consumida...


Veio a Vaidade e disse: – “A toda brida!
Dominarás, além, no mundo inteiro,
Cavalga o tempo e corre ao teu roteiro
De soberana glória indefinida!...


Mas a Verdade, sobre a humana furna,
Gritou-lhe, angustiada, em voz soturna:
– “Insensato! aonde vais, sem Deus, sem norte?”


E impeliu, sem detença e sem barulho,
Cavaleiro e corcel, vaidade e orgulho,
Aos tenebrosos pântanos da Morte

Antero de Quental

Nascido na ilha de São Miguel, nos Açores, em 1842, e desencarnado por suicídio, em 1891. É vulto eminente e destacado nas letras portuguesas, caracterizando-se pelo seu espírito filosófico. Extraído Parnaso de Além-Túmulo, editora Feb.

Mensagem de Encerramento

Que o Cristo esteja conosco hoje.

Aos que me ouvem em período anterior ou durante a festa tenebrosa, pedimos ajuda.

Muito importante! Muito necessário estar atento, não é uma simples brincadeira, é um verdadeiro campo de concentração em termos de desgraça humana, com a diferença é que aqueles que se tornam prisioneiros voluntários estão aparentemente felizes.

É chocante, é assustador, observar como as trevas convencem vocês a irem para verdadeiros campos de autodestruição psíquica. Mostram-se imagens falsas de supostas alegrias quando, na verdade, no dia em que vocês forem estudar este assunto, vão ver que são imagens de pacientes psiquiátricos no sentido técnico do termo.

Então, se coloca estes pacientes psiquiátricos, bem maquiados, com discursos bem decorados, com fingimentos já treinados e vocês caem nesta armadilha, porque ainda são lobos, ainda possuem a própria loucura e lobos caem em armadilhas de lobos, loucos caem em armadilha de loucos!

Eu sei que não interessa dizer: não vá, porque os que estão loucos, estão loucos. Mas, existe opção para aqueles que tem humildade de reconhecer que tem alguma loucura em si e buscam o Cristo para se tratarem. Buscam os meios necessários para desenvolver lucidez, cuidar de tantas paixões imundas que todos temos, mas que necessitamos lidar com elas de forma responsável, meus filhos.

Passou a época de brincar disto ou daquilo, chegou à época de aprender o que é o verdadeiro amor. Precisamos de vocês, que vocês tenham mais lucidez, que vocês tenham coragem de desafiar as tendências estúpidas do passado, que tenham mais sensatez de dizer a si mesmo: neste Carnaval não estarei entre os malditos; malditos porque se autoelegeram malditos. Estarei entre os servidores abnegados que reconhecem a própria necessidade e ajudarei vibrando, orando e servindo.

O Cristo precisa da ajuda de cada um de nós, pequenos servidores, para que consigamos reverter este triste espetáculo em que as trevas tanto se comprazem, porque gritam enlouquecidos: jamais será aqui a Pátria do Evangelho. Não entendem estes espíritos, que se tornam dementes, que por ser a Pátria do Evangelho, o Cristo lhes dá uma última chance, mas que serão profundamente infelizes, se mais uma vez escarnecerem o olhar de ternura do Mestre, que sofre com tanta loucura e vaidade, mas que terá de tomar, na verdade, já tomou, as providências necessárias para a limpeza espiritual, psíquica, do planeta e do Brasil, muito em breve… E serão infelizes, os que tiverem estes vínculos com a maldade que profana a Pátria sagrada do bem.

Filhos, contamos com vocês neste período tão difícil, porque o Cristo nos convoca a todos. Estamos no fechamento de um ciclo, e digo a vocês: estamos presenciando os últimos festivais da carne, no Brasil… Porque da mesma forma que providências foram tomadas em outros setores sociais, o Brasil será a Pátria do Evangelho, e onde existe amor a autodegradação não tem espaço.

Que o Cristo lhes fortaleçam nesta verdadeira batalha pela paz, que é a atuação dos cristãos sinceros neste período de trevas do país.

Que todos fiquem em paz,

Do amigo espiritual de sempre.

Categories: Nova Geração

O que você achou?