Nova Geração #214 – Aparição de Vivos

Refletimos sobre nossa capacidade de sair e ter experiências fora do corpo no mundo espiritual e no mundo físico, é possível o fenômeno da aparição de vivos.

 

Morte


Silenciosa madona da tristeza,
A morte abriu-me as catedrais radiosas,
Onde pairam as formas vaporosas
Do país ignorado da Beleza.


Num dilúvio de lírios e de rosas,
Filhos da luz de uma outra Natureza,
Que entornavam no espaço a sutileza
Dos incensos das naves harmoniosas!


Monja de olhar piedoso, calmo e austero,
Que traz à Terra um tênue reverbero
Da mansão das estrelas erradias...


Irmã da paz e da serenidade,
Que abriu meus olhos na imortalidade,
À esperança de todos os meus dias!

 

Abel Gomes
ESCRITOR, poeta e professor, nascido em Minas Gerais  a 30 de dezembro de 1877 e falecido a 16 de agosto de 1934. Espírito dinâmico, posto que fisicamente inválido, deixou alguns livros inéditos, dos quais dois já editados pela Federação, além de copiosa obra esparsa. Extraído: Parnaso de Além Túmulo, Editora Feb.

Livro dos Espíritos

Segunda Parte – Mundo Espírita ou Dos Espíritos. Capítulo 8 – Item 2 – Visitas Espirituais entre pessoas vivas

416. O homem pode, pela sua vontade, provocar as visitas espirituais? Pode, por exemplo, dizer, ao preparar-se para dormir: esta noite, quero me encontrar, em espírito, com tal pessoa, falar-lhe e dizer-lhe tal coisa?

“Eis o que acontece. O homem adormece, seu espírito desperta e aquilo que o homem havia resolvido, o espírito está, frequentemente, bem longe de seguir, pois a vida do homem pouco interessa ao espírito desligado da matéria. Isto para os homens já bastante elevados. Os outros passam de maneira muito diversa sua existência espiritual; entregam-se às suas paixões ou permanecem na inatividade. Pode, portanto, acontecer que, conforme sua motivação o predisponha, o espírito vá visitar as pessoas que deseja; mas, pelo fato de ter vontade, quando desperto, não há razão para que o faça.”

Mensagem de Enceramento

Muita paz a todos! É o que desejo do fundo do meu coração. Que o Cristo tão tranquilo e sereno nos influencie neste instante para que consigamos realizar um diálogo de amigos.

Fico muito feliz por vocês já compreenderem isto: sempre é necessário entender que o que se pode e o que se não pode está ligado ao grau evolutivo do Espírito.

Muitos tão infantilmente dizem: ah… Quando eu morrer vou perguntar isto a Deus. Ora, meu filho, porque não pergunta agora? Ou você acha que porque vai perder corpo físico vai ver Deus de maneira mais objetiva? O Cristo diz: um dia vocês verão a Deus. Mas, se você não entendeu o que é grau evolutivo, vai achar que simplesmente porque morreu vai ver tudo. É uma tolice!

Então, filhos, todos os que querem caminhar para experiências espirituais mais profundas, conhecer vidas passadas, conhecer o futuro, conhecer o que são vibrações espirituais de corpo espiritual mais sutil, ver, entender, viver múltiplas experiências, precisam entender que é a mesma coisa do que estou dizendo em relação a tudo que o Espírito pode fazer. Claro que pode. Mas, é preciso querer evoluir…

Espírito pode sair do corpo e ser visto por outro? Claro. Espírito pode sair do corpo, fazer algo, voltar ao corpo e lembrar-se de tudo? Pode. Mas, precisa conquistar paz interior para que a memória esteja sem confusões, sem bloqueios e sem estar atrapalhada… Precisa adquirir domínio emocional, porque do domínio emocional nasce o domínio energético do próprio corpo.

Portanto, filhos, não existem conquistas espirituais separadas de conquistas psicológicas, conquistas emocionais ligadas ao conhecimento de si mesmo, ao autocontrole, à sabedoria verdadeira.

Por isso, não pode ter curso de médiuns sério, ensinando só a parte técnica, é uma tolice, porque o instrumental que o médium trabalha é basicamente o seu perispírito, o seu instrumento espiritual, o seu corpo espiritual, é um instrumento técnico, mas é um instrumento emotivo que se altera dinamicamente a partir das emoções do médium.

Por isso as pessoas dizem: ah… Centro espírita tem curso maravilhoso, e não forma nada que preste, por quê? Porque é um curso para mecânicos, como se a mediunidade fosse manipulação de parafusos… Não é filho, nunca será! Deus assim não fez o universo.

Somente os que entendem que desenvolvimento é um conjunto. Maturidade emocional está ligada com qualidade mediúnica… Falo de obras significativas… Ah… O médium estúpido tal fez um fenômeno… Ah… Tudo bem… Problema nenhum… Sempre se faz. Mas, você não vai dizer que este médium estúpido vai ter uma obra psicografada de verdadeira sabedoria. Impossível!

Portanto, filhos, entender isto é um passo central para que vocês não caiam em ilusões. Não falo de fama torpe, não falo de vaidades. Falo de uma preparação que tem o Cristo como modelo. Falo de fenômenos que vão se realizar por muitos de vocês, se quiserem entender como o médium cristão deve portar-se, vocês serão verdadeiros veículos da luz, mesmo sem serem evoluídos, mas por serem esforçados, abnegados e mansos de coração.

Que o Cristo fique conosco, agora e sempre!

Muita paz a todos, do amigo espiritual de sempre.

Categories: Nova Geração

2 thoughts on “Nova Geração #214 – Aparição de Vivos

  1. TEXTO EDIFICANTE, MUITO BOM!

    1. Obrigado, André!

Deixe uma resposta