Nova Geração #217 – Comunicação entre espíritos: conversar.

Entender como influenciamos o mundo ao nosso redor é o primeiro passo para assumirmos nossos poderes e responsabilidades de seres espirituais.

Não me ajeito com os padres, os críticos e os canudinhos de refresco:
não há nada que substitua o sabor da comunicação direta.

Mario Quintana

Livro dos Espíritos

420. Os Espíritos podem comunicar-se, se o corpo estiver completamente acordado?

– O Espírito não está encerrado no corpo como numa caixa: ele irradia em todo o seu redor; eis porque poderá comunicar-se com outros Espíritos, mesmo no estado de vigília, embora o faça mais dificilmente.

421. Por que duas pessoas, perfeitamente despertas, têm muitas vezes, instantaneamente, o mesmo pensamento?

– São dois Espíritos simpáticos que se comunicam e vêem reciprocamente os seus pensamentos, mesmo quando não dormem.

Há entre os Espíritos afins uma comunicação de pensamentos permitindo que duas pessoas se vejam e se compreendam sem a necessidade dos signos exteriores da linguagem. Poderia dizer-se que elas falam a linguagem dos Espíritos.

Mensagem de Encerramento

Que o Cristo nos ilumine sempre com sua alegria franca, sincera e de extrema beleza.

Filhos, espíritas estão pensando que a vida é assim: eles nascem e vêm para o corpo e vêm ter vida material. Depois, quando morrer, vão ter vida espiritual. Isto é uma tolice, uma visão muito antiga do materialismo. É um tipo de materialismo. Como se o universo fosse duas coisas. Claro, o leigo, o ignorante, pensa assim… Ele não entende, mas quando espírita pensa assim é muito grave! Porque primeiro não sabe viver, não tem como saber se pensar assim. Depois, como que vai propagar as verdades do Cristo neste mundo infeliz… Se sequer entende?

Portanto, filhos, o que vou falar exige muita atenção: vocês são espíritos que têm um instrumento chamado corpo físico, mas, mesmo encarnados, ainda encarnados, vocês tem vários outros instrumentos de ação e isso quando não se entende tem consequências muito sérias! Porque espíritas estão pensando como ser material e isto é estúpido.

Dizem assim: ah… Tal situação é muito grave, que pena que não posso fazer nada… Como não pode fazer nada?! Não pode gerar uma energia por meio de uma vibração poderosa e intervir? Como não pode? Ah… Teve um atentado, não posso fazer nada, que pena… Como não pode? Não pode reunir amigos sérios, fazer prece e uma reunião mediúnica de suporte? Claro, caberá à equipe espiritual ver como utiliza o apoio, mas vocês estarão fazendo a sua parte de suporte.

Quem se vê como Espírito, sabe que o corpo é um dos instrumentos de ação, apenas isso… É como o mecânico que diz: eu só tenho esta chave aqui, só tenho esta chave de fenda, não posso utilizar nenhuma outra… Imagine como o trabalho estaria tão limitado! É o que os espíritas estão fazendo: ah, eu só posso agir aqui porque só tenho o corpo físico… Não podemos continuar assim! Quantas chaves tem o mecânico? Um bom mecânico tem dezenas, centenas de chaves de fenda, de equipamentos, de ferramentas diferentes.

O trabalhador do Cristo age assim. Paulo de Tarso agia assim. Quantas ferramentas não utilizou ele? Quantas e quantas… Quantos tipos de mediunidade, quantos tipos de forma literária de escrita usou? Quantas formas não se utilizou de análise psicológica? Quantas formas diferentes de pregar não teve de utilizar, porque visitou dezenas e dezenas de povos tão diferentes. Quantos métodos de ação, quantos…

Espíritas, se não entenderem que corpo é apenas um dos instrumentos de ação, nunca farão a obra do Cristo. Porque o mundo precisa de uma ação qualificada, inteligente, tem espírita que pensa que só pode aplicar energia em um local de passe… É uma estupidez inacreditável!

Porque o danado desse espírita não pode em uma reunião de trabalho tensa, fazer uma prece discreta? Por que ele não pode mentalizar o amigo ou funcionário que está na outra sala sofrendo, e na sua sala, fechar os olhos e mentalizar aquela pessoa recebendo energias? Por que não pode? Porque aluno espírita não pode em uma hora de prova, se concentrar e ajudar a equilibrar todo o ambiente para que todos se saiam bem na prova, o melhor possível? Por que espírita enquanto assisti aula não pode fornecer energias com qualidade suficiente para que aquele professor/a receba a cirurgia espiritual que precisa? Por que não pode? Onde Kardec disse que está proibido?

Ah… Tem que levar pessoa no Centro Espírita, então não merece ajuda de Deus? Você só ajuda agora a quem se submete ao seu capricho, do seu jeito? Não estou dizendo que você é capaz de fazer isso, cirurgia e tudo… Estou dizendo que se você ajudar e os espíritos farão tudo o que for possível… Isto fará! Porque às vezes o guia espiritual de certa pessoa apenas precisa de um ambiente um pouco mais favorável para atuar.

A pergunta é: você que conhece Allan Kardec, que tem compromisso com o Cristo, está auxiliando isso? Está agindo além do corpo ou quer ser estúpido: eu sou este corpo, sou apenas esta massa, vou ser mesmo esta lesma, não posso fazer nada que esteja fora do alcance de minha mão.

O trabalho espírita só vai realmente realizar o que tem que realizar, quando a maioria dos trabalhadores espíritas entender que ir para a reunião mediúnica é apenas um ponto de apoio… Não é o trabalho… O trabalho do cristão é renovar toda a sociedade, toda! Não é criar um centro espírita, casa de bonecas, bem bonitinho… É ir ao Centro Espírita aprender mais, para fazer mais na sociedade. Isto é que centro espírita é ponto de apoio e não clube social.

Então, filhos e filhas, vamos entender – o corpo é apenas mais um dos instrumentos de ação que Deus deu a você. Não vamos criar fantasias, vamos agir o pouco que seja. Ah, você está em casa agora, mas está preocupado com alguém? Não fica preocupado, acalma, faz uma prece e alivia a pessoa… É isso! Se conhece a casa da pessoa, mentaliza a água que ela tem em casa, a geladeira, o local que ela coloca a água e mentaliza e você vai estar fluidificando a água da pessoa. Por que é que não pode? Onde Kardec proíbe isso? Precisamos de espíritas que queiram trabalhar e não falsos trabalhadores que usam de interpretações materialistas para não fazerem nada…

Esta semana tive, preciso dizer, não para desabafar, mas para que vocês entendam como é grave… Um caso de suicídio que estava trabalhando para evitar… Não consegui ajuda de espíritas, visitei dirigentes, tentei impulsionar para lembrar a pessoa, para poder nos auxiliar no socorro e ninguém ajudou… E o suicídio aconteceu. Então não falo aqui de teorias. Precisamos de trabalhadores que nos ajudem e que estejam dispostos.

Lembrava dirigente – trabalhei com três pessoas que tinha esperança de conseguir ajuda – eu precisava de vibrações e a pessoa dizia: ah… Não posso fazer nada, não tenho telefone de fulano, não tenho como ajudar… Eu precisava de preces, de mais vibrações, não conseguimos. Então, lidamos com situações que são muitas vezes situações limites.

Cristão não está no mundo para passear, para curtir vida como vocês dizem. Precisamos pensar nisto, filhos. Precisamos. Precisamos colocar as nossas vidas nas mãos do Cristo e agir com determinação, voluntariamente compromissados vinte e quatro horas por dia para que o Cristo possa nos impulsionar para fazer o bem além do corpo físico.

Muita paz,

Do amigo espiritual de sempre.

Leave a Reply