Nova Geração # 235 – A Imensidade do Invisível


Na imensidade


Alma humana, alma humana, tu que dormes
Entre os grandes colossos desconformes
Da carne, essa voraz liberticida,
Desse teu escafandro de albuminas,
Em tua mesquinhez não imaginas
A intensidade esplêndida da Vida!


Inda não vês e eu vejo panoramas
De luz em gigantescos amalgamas
De sóis, nas regiões imensuráveis,
Auscultando os espaços mais profundos
Na sinfonia harmônica dos mundos,
Singrando a luz de céus incomparáveis.


Do teu laboratório de arterites,
De gangliomas, úlceras, nevrites
Ao lado de humaníssimas vaidades,
Não podes perceber as ressonâncias,
Quinta-essências de todas as substâncias
Na fluidez das eletricidades.


Aqui não há vertigens de nevróticos,
Nem bisonhos aspectos de cloróticos
Nas estradas de eternos otimismos!
A vida imensa é coro de grandezas,
Submersão nas fluídicas belezas,
Envergando os etéreos organismos.




Ante a minhalma fulgem ideogramas,
Pensamentos radiosos como chamas,
Combinações no mundo das imagens;
São vibrações das almas evolvidas
E que, concretizadas e reunidas,
Formam luminosíssimas paisagens...


Em pleno espaço – Imensidade de ânsias,
Sem aritmologias das distâncias,
Sem limites, sem número, sem fim.
Deus e Pai, ó Artista Inimitável,
Deixai meu ser esdrúxulo, execrável,
No prolongado e edênico festim!

Augusto dos Anjos. PARAIBANO. Nasceu em 1884 e desencarnou em 1914, na cidade de Leopoldina. Minas. Era professor no Colégio Pedro 2º, inconfundível pela bizarria da técnica bem como dos assuntos de sua predileção, deixou um só livro – Eu – que foi, alias, suficiente para lhe dar personalidade original. Extraído: Parnaso de Além tudo, editora Feb.  




Livro dos Espíritos
Segunda Parte
Capítulo IX - Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal

1. Penetração dos espíritos no nosso pensamento.
2. Influência oculta dos espíritos nos nossos pensamentos e nas nossas ações.
3. Possessos.
4. Convulsionários.
5. Afeição dos espíritos por certas pessoas.
6. Anjos guardiães, espíritos protetores, familiares ou simpáticos.
7. Pressentimento.
8. Influência dos espíritos nos acontecimentos da vida.
9. Ação dos espíritos nos fenômenos da Natureza.
10. Os espíritos durante os combates.
11. Pactos.
12. Poder oculto. talismãs. Feiticeiros.
13. Bênção e maldição.

Perguntas do capítulo 456 a 557.

Penetração dos espíritos no nosso pensamento

456. Os espíritos veem tudo o que fazemos?

“Podem vê-lo, já que estais constantemente rodeado por eles; cada um, porém, só vê as coisas para as quais dirige sua atenção, pois as que lhe são indiferentes, com estas não se ocupa.”

457. Os espíritos podem conhecer nossos mais secretos pensamentos?

“Frequentemente, conhecem o que desejaríeis esconder de vós mesmos; nem atos, nem pensamentos lhes podem ser dissimulados.”

a) Dessa forma, seria mais fácil esconder algo de uma pessoa viva, do que fazê-lo a esta mesma pessoa, depois de morta?

“Certamente; quando vos julgais bem ocultos, tendes, frequentemente, uma multidão de espíritos, ao vosso lado, que vos vê.”

Mensagem de encerramento

Que a paz do Cristo nos envolva a todos em sua misericórdia verdadeira com a sua compreensão profunda de todas as nossas dores.

Compreensão que gera conforto e sustento para árduas lutas da matéria. Meus filhos, não temam a verdade. Aprendam a tornarem-se humildes diante dela. Todos nós vemos tudo que vocês fazem e tudo que vocês pensam. E ainda assim, nós vos amamos imensamente! Não é por causa de vossa inferioridade que nos afastaremos. Apenas pedimos uma única coisa, filhos e filhas: melhorem-se.

Se tem pensamento sensual, não se mate por isto. Eduque-se! Façam uma prece e diga: como faço para ter menos pensamentos sensuais? E vá se educando, vá buscando inspiração – pense no Cristo, peça ajuda ao seu anjo guardião. Se há muito ódio, inveja, não se torture por isto, apenas diga: bem, estou neste patamar evolutivo. Não preciso mentir, não preciso ser cínico. Preciso é melhorar! Como faço para melhorar? Dedique-se a isto, com prece, com reconhecimento. Quantos pensamentos infelizes tive hoje? Anote e vá se perguntando: como faço para melhorar? Busque o amparo espiritual e pense: ah… Quando estiver vendo os meus erros, eu quero ter a sensação honesta e íntima de que estou errando, mas estou errando menos.

Ah… No ano de 2019, errei muito. No ano de 2020, também, mas errei menos… Esse é um projeto sério que o Cristo quer ver instalado em vossas mentes e em vossos corações. Não queremos fabricar santos em trinta segundos. Queremos um empenho bonito de vocês! Não interessa a situação espiritual que vocês estão. Todos já têm o amor do Cristo! Todos têm as nossas vibrações de amizade. Mas pedimos, precisamos mesmo que vocês façam esse esforço para que possamos estar mais próximos.

Portanto, filhos, quando o Cristo diz que “a verdade vos libertará”, ele fala uma verdade amorosa. Não é que a verdade os condenará, a verdade os esmagará, não… A verdade liberta porque ela inclui a compreensão amorosa. A verdade é a seguinte: o Cristo vos ama como você é hoje. E por amar você como é hoje, ele quer que cresça espiritualmente para que seja mais feliz!

O Cristo não quer que você evolua para lhe aceitar, pois ele já o aceita com todos os crimes que comete diariamente contra a Lei de Deus. O Cristo quer que você evolua para você sentir paz profunda, para ter mais harmonia, para não precisar passar por angústias, por desespero. Então, quando você sabe disto, sente mais em paz. Não interessa se você matar alguém hoje, o Cristo continua lhe amando. Ele só vai ficar triste, porque vai dizer: vai demorar ainda mais para ele sentir a felicidade que eu quero tanto que sinta!

O Cristo é o espírito que mais o ama! Você está usufruindo uma coisa maravilhosa. Qual o seu desejo? Ah… eu queria que aquela pessoa que eu amo estivesse aqui, sentisse isto… O Cristo é este espírito que nos ama. O Cristo é este amor em pessoa. Então o que ele quer? Não quer condenar… Ah.. você pensa nisto, aquilo.. Não! Ele já ama, ele quer que você seja feliz.

Por isso diz o Mestre: meu fardo é leve, eu quero aliviar você. Não se trata de você fazer algo para eu te amar. Eu já te amo! Eu apenas quero porque te amo, que você seja plenamente feliz.

Portanto, filhos, nunca temam que o Cristo te condene por causa de seus pensamentos e sentimentos. Não temam que que vossos anjos guardiões deixem de lhe amar. Eduque-se e eles farão tudo para que você alcance a verdadeira paz, a verdadeira felicidade, porque eles já te amam e esse amor é inabalável.

Que vocês fiquem em paz.

Categories: Nova Geração

1 thought on “Nova Geração # 235 – A Imensidade do Invisível

  1. Muito bom! Devemos termos essa consciência que os espíritos estão sempre ao nosso lado, e procurar agir sempre com a moral.

Deixe uma resposta para Farima Cancelar resposta