Nova Geração 282 – Propósito da alma

Livro dos Espíritos

534. Quando obstáculos parecem vir, fatalmente, a se opor aos nossos projetos, isto se daria por influência de algum espírito?

“Algumas vezes por influência dos espíritos, de outras vezes e mais frequentemente, é porque procedeis mal. A posição e o caráter influem muito. Se vos obstinais num caminho que não é o vosso, os espíritos não são responsáveis por isso; vós é que sois vosso próprio mau gênio.”



Mensagem de encerramento

Queridos filhas e filhos, que o Mestre nos ilumine com o seu sorriso radiante!

Fiquemos atentos a uma coisa: apesar de tantos ataques, Espiritismo tem todas as chaves. 

Pergunte ao teu anjo da guarda, insistentemente, não é pergunta estúpida de criança mimada… É todo o dia, até entender a resposta: Anjo, qual o propósito de minha vida, me revela? Preciso entender. Quais são as minhas principais tarefas, pense, usa a inteligência… Reencarnei neste meio, quais são os meus talentos de atuação neste meio? Se pergunte… 

Ora, digamos, você está perdido e vê duas coisas: ah… estou vivendo em um lugar que para não morrer de fome tenho de pescar ou plantar. Então você pensa: qual o meu melhor talento? Não é o que querem o que faço, não é o que vão aplaudir ou condenar…. Qual o meu melhor talento para conseguir produzir alimento? Então precisa pensar sério: o que posso fazer? O que será que Deus gostaria que eu fizesse, porque o que Deus vai gostar que você faça é o seu desejo mais profundo, porque Ele quer que você seja feliz. É um exercício necessário e indispensável… Indispensável que você precisa fazer! 

Não pode ser leviano, filho. Não pode achar: ah… vou lá consultar e em trinta segundos vou ter a resposta. Não! Tem de dedicar reflexão séria. Quais são os teus talentos? Como você se sente fazendo coisa A, coisa B e C? O que desperta em ti, os desejos mais poderosos e mais belos? Não falo de dificuldade, não falo de medo de iniciante… Falo em algo mais profundo que você tem de aprender a observar. 

Ora, se você não se dedica a observar os seus sentimentos mais profundos, você será incapaz de entender o que o seu anjo guardião fala. Você será incapaz de orientar a própria vida, pois não sabe o que sente de verdade. 

Por isto, momentos de alto conhecimento são tão indispensáveis, indispensáveis. Parar e ver: como me senti fazendo esta tarefa? Como me senti fazendo aquela? Não é esta estupidez: ah… o que quer que eu faça, espírito…  Não! Tem de vir de dentro! Tem que ser algo profundo, tem de ser algo verdadeiro. 

Vejamos: um encontro que vocês faz tanta questão de distorcer. Paulo está no deserto, aparece o Cristo, não em toda a sua grandeza, mas aparece o Cristo de forma que Paulo veja que a sua grandeza é imensa. E Paulo pergunta: Senhor, que quer que eu faça? Cristo não deu uma listinha de coisas para ele. Está aqui, meu filho, uma lista de trezentos itens… Tchau! Foi assim? Não! 

A postura de Paulo é a postura que vocês precisam ter, a pergunta humilde e verdadeira: o que eu devo fazer? Mas teu anjo da guarda não vai entregar uma lista estúpida… Não existe anjo da guarda estúpido, entendam isso, são espíritos sempre sábios, muito mais sábio do que você. Então, não vai ser listinha…. 

Mas, com esta postura honesta, Paulo encontrou a resposta, porque a resposta não mudou. Paulo já se alimentava servindo a religião. Já se alimentava, já tinha uma paixão profunda em estar vinculado aos grandes profetas de Israel. E o que é o Cristo senão o máximo dos profetas? Entenda, filho: Paulo no sentido profundo continuou fazendo a mesma coisa. Apenas ajustou, ele já tinha encontrado o caminho da sua vida. Ele estava errando em interpretação. 

Veja como isto é sutil… Se o Cristo descesse e dissesse: eu quero que você continue se dedicando a profunda paixão de sua vida, talvez fosse mal entendido… Mas como? Precisou de tempo. Precisou passar por um período de escuridão. Vocês precisam entender isto: anjo da guarda não vai aparecer e em trinta segundos resolver tudo. Ele vai por meio de conversas, cenas, comunicações etc. Ajudar você a encontrar… Não é uma resposta leviana…. Mas é necessário que você leve a sério a tua encarnação. 

O grande problema, filho, é que muitos não querem levar a sério a si mesmos. Tratam-se com desprezo infeliz. Não! Você é filho de Deus! O que você vai fazer, pode, mas não deve ser espetáculo estúpido. Não deve ser isto! Mas é de extremo valor, você tem de aprender a se dedicar a você primeiro

Pensar: minha vida na Terra é um projeto seríssimo! Tenho de conhecer os detalhes, tenho de compreender a execução, estudá-lo cinco anos, se necessário, para entender o que fazer. Não posso conduzir este projeto de forma de qualquer jeito, porque algum alucinado disse que eu não posso questionar o meu anjo guardião. 

Vou investigar Allan Kardec e ver como posso fazer. Portanto, filhos, se você não se dedicar com seriedade a você mesmo, você se tornará o seu pior obsessor. O mais terrível espírito das trevas a te atrapalhar. Porque você não está se respeitando. Não está preocupado em conduzir-se de forma correta e aí não vai haver anjo da guarda nenhum que vai conseguir de fato lhe ajudar. 

Por isto lhe peço, filho: você é filho de Deus! Você é muito importante para o universo! Cuide de si mesmo! Olhe com atenção e carinho a sua tarefa, considera a importância de seus sentimentos elevados que você tem. E permite que estes sentimentos elevados, conduzido e ajudado pelo mais alto, se expresse na sua vida. E aí estará no bom caminho. 

Paz, 

Do amigo espiritual de sempre. 


                      Livro dos Espíritos 
                          Segunda Parte 
     Capítulo IX Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal
                                 -
1. Penetração dos espíritos no nosso pensamento.
2. Influência oculta dos espíritos nos nossos pensamentos e nas nossas ações.
3. Possessos.
4. Convulsionários.
5. Afeição dos espíritos por certas pessoas.
6.Anjos guardiães, espíritos protetores, familiares ou simpáticos.
7. Pressentimento.
8. Influência dos espíritos nos acontecimentos da vida.
9. Ação dos espíritos nos fenômenos da Natureza.
10. Os espíritos durante os combates.
             
                 Perguntas do capítulo 459 a 557
Categories: Nova Geração

O que você achou?