Nova Geração 296 – Poder oculto

Previous
Next

Livro dos Espíritos

Segunda Parte – Mundo Espírita ou Dos Espíritos 

Capítulo IX – Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal

Item 12 –  Poder oculto. Talismãs. Feiticeiros

Questão 551 e 552

Livros
Dos
Espíritos

551. Um homem mau pode, com o auxílio de um mau espírito que lhe seja devotado, fazer mal ao seu próximo? “
“Não; Deus não o permitiria.”
552. O que se deve pensar da crença no poder, que certas pessoas teriam, de fazer feitiçarias?
"Algumas pessoas dispõem de um poder magnético muito grande, poder de que podem fazer mau uso, se seus próprios espíritos forem maus e, neste caso, podem ser secundadas por outros maus espíritos; mas, não creiais nesse pretenso poder mágico, que só existe na imaginação das pessoas supersticiosas, ignorantes das verdadeiras leis da Natureza. Os fatos que citam são fatos naturais, mal observados e, principalmente, mal compreendidos.”​

Mensagem de encerramento

Queridos filhos e filhas, 

Que tema interessante esse! Que pena, onde estão os estudos de vocês sobre isto? Quantos relatos de povos antigos, gregos, romanos, quantos relatos de tribos brasileiras sobre a feitiçaria, magnetismo, que vocês ignoram. 

Não querem sequer se dar ao trabalho de ler quem foi lá pesquisar e registrou. Porque muitas vezes, o pesquisador destes povos registra o que não entendem. Mas vocês, espíritas, poderiam explicar muitos relatos interessantes.

Quantas coisas não aconteceram curiosas, e que estão descritas por meio destes sábios, que não conheciam, muitas vezes, o Magnetismo. Outras vezes, conheciam. Mas não é interessante observar isto? Quantas coisas vocês não poderiam ajudar as pessoas que estão se perturbando, porque não sabem se defender. 

Pessoa diz: ah… Eu convivo com uma pessoa que tem tanta inveja de mim, meu Deus! Me sinto mal, tenho dor de cabeça… Ora! Para quem conhece Espiritismo, Magnetismo, tem muitas formas de se proteger. Mas vocês, muitas vezes, não ligam, e às vezes vocês não sabem se proteger. 

Isto é importante: Deus protege vocês, na medida que vocês não sabem se proteger. Quando você sabe, Deus diz: espero que ele faça a parte dele. Se não fizer, não tem problema, mas vai precisar viver consequências para entender o valor da auto-proteçãoPorque não se proteger magneticamente, espiritualmente, filhos, significa desprezar o extinto de conservação que diz, a lei de Deus, você tem obrigação de cuidar de você. Você tem obrigação de preservar-se nas melhores condições possíveis. 

Vamos a uma história:

Certa feita, trabalhando com amigos que por muito tempo direcionaram uma tribo indígena, em um país próximo ao Brasil. Não era Brasil. Pude ver algo muito curioso. A filha de uma pessoa importante, naquele grupo, adoeceu gravemente. Ninguém sabia o que era, e foi um grande alvoroço, porque achavam que era ataque de tribo vizinha. E não sabiam o que fazer. Buscaram rituais, ajuda e nada conseguia até que o xamã, na linguagem que vocês chamam, pediu ajuda ao espírito que era o ancestral, o guia espiritual da tribo. E este pediu ajuda a este amigo meu, que me chamou. Olhe que coisa curiosa. 

E fomos, então, observar tudo o que tinha acontecido. A criança, havia engolido um osso, uma situação biológica, normal. Só que isto tinha a ferido internamente, e ai você vai dizer: ah… Está vendo, ignorantes, estava com uma doença porque um pedacinho de osso fez uma pequena ferida, e estava doendo, estava doente. Só que havia uma outra dimensão nisto. Veja que coisa curiosa: espíritos inimigos ocasionaram uma infecção daquele pequeno fragmento de osso. Veja que coisa: então tínhamos, um fragmento de osso, em um órgão interno, incomodando, e que um espírito explorou para criar, para estimular uma imensa infecção. Coisas curiosas…

Conseguimos resolver toda a situação. O pequeno osso foi transferido para, não vou entrar em detalhes… foi tirado. E a infecção foi tratada, naturalmente com plantas que tinham propriedades para cuidar. E estudamos muitas dimensões do caso, mas o curioso para mim foi o seguinte: conversando com este amigo, ele disse, olha, aqui nós conseguimos com muita facilidade, explicar para os encarnados a dimensão do ataque espiritual. Mas não conseguimos que eles entendessem que também tinha uma infecção, uma causa biológica. E virando para mim disse: você sofre a mesma coisa em seu hospital. Só que lá é o contrário. É muito fácil explicar e orientar, encarnados a entenderem o que é uma infecção biológica, mas lá, você não conseguiria explicar para eles o comportamento da infecção, por conta de influências espirituais. Rimos, mas ficamos pensando muito nisto.

Como é difícil ao espírito ainda encarnado em mundos inferiores, conseguir compreender coisas, porque um coração revoltado quer sempre guerra: esta explicação é a certa e esta explicação certa destrói a outra… Até um dia, que um coração equilibrado vai poder entender tudo e ver várias coisas. Existe uma dimensão biológica de infecção, mas existe, muitas vezes, uma dimensão de feitiçaria, obsessão, de ataque espiritual. 

Se espíritas hoje não conseguem integrar isto na vida real, não é por falta de explicação. É por falta de equilíbrio emocional. De não querer parar de estar sempre estar destruindo… Ah.. vou utilizar o Espiritismo para destruir tudo aquilo que não é Espiritismo. Ao invés de pensar como o Cristo, e como Kardec. Existe elementos de verdade, existem coisas importantes. Uma infecção biológica não anula a possibilidade de uma influência espiritual. E uma influência espiritual evidente, não anula o fato de ter uma infecção biológica. Quantos espíritas tem paz em seu coração e em sua mente suficientes para lidar com isto de uma forma inteligente? Digo a vocês, filhos: muito poucos. A maioria quer disputa, a explicação A destrói a B. A explicação B destrói a A… Quando Kardec em sua lucidez extraordinária mostrava tudo isto. 

Nós aguardamos um período em que vocês vão ajudar para que nova geração implante estas ideias no mundo, para que possamos entender que o exame microbiológico positivo, não anula a possibilidade de uma constatação evidente de obsessão em uma reunião mediúnica bem dirigida. 

Mas que é necessário compreender essas várias dimensões, para que, como dizem os espíritos aqui: o problema é que há uma interpretação limitada, uma má interpretação das leis da natureza. Porque tanto a influência espiritual, quanto a infecção, são realidades que estão dentro das leis da natureza e submetidas a estas leis.

Espero que vocês tenham gostado desta história, porque ela mostra o quanto espíritas hoje em muitos aspectos são mais limitados do que nossos irmãos que não conhecem nada de medicina de vocês. Mas que conseguem resolver problemas que vocês não conseguem, porque vocês também ainda não compreendem bem as leis da natureza.

Paz, 

Do amigo espiritual de sempre.

Outros Programas

Categories: Nova Geração

O que você achou?