Nova Geração Apocalipse – Capítulo 6 – Quinto Selo

Capítulo 6 - Quinto Selo

Ouça o Nova Geração Apocalipse – Capítulo 6 – Quinto Selo

Apocalipse, capítulo 6

9. Quando abriu o quinto selo, vi sob o altar as almas dos que haviam sido assassinados por causa da palavra de Deus e do testemunho que haviam dado.

10. Gritavam com voz potente: Senhor santo e veraz, quando julgarás os habitantes da terra e vingarás nosso sangue?

11. A cada um deram uma veste branca e lhes disseram que repousassem um pouco, até que se completesse o número de seus companheiros de serviços e dos irmãos que iriam ser assassinados como eles. 

Bíblia do Peregrino

Diálogo mediúnico

Queridos filhos, queridas filhas,

Que o Mestre, sempre inteligente, nos ajude a compreender o seu plano maravilhoso para construir na Terra um verdadeiro paraíso. Jesus ,desde o início da Criação, e, em particular, com a migração que compôs a raça adâmica, trabalha incessantemente e, só Deus sabe, literalmente, a imensa alegria que tem o Mestre ao ver que se aproxima o tempo em que seus irmãozinhos estarão, digamos assim, muito bem instalados no planeta que Ele governa.
Podemos começar.

Muito obrigada pela sua presença hoje. A nossa dúvida é: para qual período devemos esperar o início da atuação da Nova Geração?

Menos, certamente, de duas décadas. Não há possibilidade de se passar tanto tempo e vocês não verem, de forma inegável, as obras da Nova Geração. Movimento espírita tumultuado… Muita tolice, pouca profundidade… No começo não irá distinguir Nova Geração, mas esses Espíritos realizarão coisas tão maravilhosas que vai ser impossível para essas instituições que se dizem cristãs  espíritas, e que não são possam, ofuscá-los. Não se iludam, terá sim uma pequena batalha. Porque eles não vão compactuar com nada do que está aí. Então é preciso que eles apareçam um pouco mais a frente, porque, a verdade seja dita: eles não têm amigos neste mundo. 

Porque hoje se um jovem talentoso começa a aparecer os abutres vêm muito rápido, vocês não imaginam como é. Presidente disso, médium daquilo já se aproxima, pensando: vamos logo trazer ele para o nosso lado, vamos pervertê-lo do nosso jeito para que ele seja um instrumento de nosso poder, para que a gente possa mandar mais, vender mais, coletar mais recursos, mais dinheiro. É assim que pensam, muitos desses espíritas, eu sei, porque eu vejo.

Mas não se preocupem com isso, filhos, Eurípedes tem um extremo cuidado com eles, um zelo que vocês não podem sequer imaginar. Imagine uma mãe extremamente zelosa. Eurípedes é a síntese de um pai austero e de uma mãe zelosa. Então, não se preocupem, porque quando as obras desses Espíritos saírem. o jogo já estará decidido, como vocês dizem. Não haverá espaço para esse tipo de sedução. Porque eles só aparecerão depois que eles compreenderem as serpentes desse mundo. 

Como se dá os bastidores dos interesses podres que se cultiva hoje, em movimento espírita também… Também. Não é só nas religiões e nas agremiações dos outros, não. Precisamos falar a verdade. Então, muitos ficam de olho, verdadeiros olheiros – “ Precisamos de médium para fazer determinado papel, precisamos de palestrante para fazer determinada função, precisamos dessa e daquela promoção, ah se tivéssemos um médium e um médium-palestrante, para competir, para também ter livros, para fazer propaganda…” 

Porque, filhos, eles têm tudo, mas eles não têm nada. Lembra daquela congregação que o Cristo fala que são ricos, mas que são miseráveis? Assim hoje são grandes instituições espíritas. Eles têm tudo: estrutura, divulgação, influência política, social, etc. Mas não têm nada, porque o Mais Alto não envia para eles nenhum missionário verdadeiro. Claro que não. Vão murchar e já já eles serão folhas secas, e aí aparecerá Nova Geração. Quando essas folhas estiverem secas, já caindo, vocês encontrarão referências muito boas de pessoas que terão a marca do Cristo. 

Desinteresse total: “não, não quero ir para hotel luxuoso”; “ah, muito obrigado, não preciso passear tanto”; “posso ir uma vez às minhas custas, porque não vou fazer palestrinha devendo favor a ninguém”. 

Entende, filho? Outra psicologia. Isso não é novo Léon Denis fazia isso: ia às suas custas, porque sabia que, muitas vezes, é sutilmente que querem lhe corromper. Nova Geração será igual. Vão dizer – “ah, mas precisa, se fulano não tem dinheiro, como faz?”. Pegará um celular emprestado e falará, pronto, qual o problema? Yvonne do Amaral Pereira escreveu Memórias de Um Suicída em papéis reutilizados de embalagem. Olha que interessante.

 
Filhos, digo para vocês: nossa preocupação não é com pressa, porque já está acontecendo, nossa preocupação é com vocês. Quantos de vocês vão olhar com respeito e carinho Nova Geração? Porque eles não serão como muitos querem: bobinhos e tolos para serem usados pela mesquinhez humana. Não. Eles vêm para dobrar vocês. Eles vêm para advertir. Eles são os últimos profetas antes do final deste período evolutivo. 

Não espera deles, filho, não espera que venham produzir livrinhos para que vocês leiam confortavelmente antes de dormir. Seus escritos vêm para despertar, para fazer consciência arder, para fazer Espíritos acomodados terem um choque de realidade e dizerem:  meu Deus, eu sou um falso cristão, eu preciso fazer mais.


Sabemos. Movimento espírita não vai acolher de braços abertos Nova Geração, apenas uma parte. O resto vai se congregar para defender o comodismo, o dinheiro, o poder, o status. Tudo justificado em nome do Cristo, mas serão apresentados como são pela Nova Geração, porque Nova Geração não vai compactuar com nada disso, com essas propostas confusas e corrupedoras. Não aceitará. Não aceitará ser vedete de palco para encontros caríssimos que são pensados não para difundir a luz do Mestre, mas para dar lucro. Claro que eu vejo tudo isso, os cálculos, ou vocês acham que nós não estudamos isso? “Ah, se conseguirmos tantas pessoas teremos tanto de lucro…” Para eles isso é um sacrilégio, uma traição do Mestre. 

Imagine que cena asquerosa: Pedro e Paulo organizando um encontro de cristãos preocupados com quanto vão faturar. Os espíritas fazem isso hoje e dizem que é normal, que é o certo, que é o adequado. 

Filhos e filhas, preparem-se. Vocês verão a Nova Geração, mas eu garanto: não será nada do que vocês esperam, Espíritos docinhos escrevendo mensagens belinhas, vocês encontrarão profetas, vocês encontrarão Espíritos que vão dizer sim “essas instituições são um bando de ladrões”. 

É bom vocês se acostumarem com a linguagem da verdade. Eles vão, simbolicamente, fazer o que o Cristo fez sim: expulsar mais uma vez os vendilhões do Templo. Não podem aceitar como normal. “ah, vou escrever livro e vou doar direito, mas tenho essas vantagens, vai ter uma estrutura de marketing, vai ter fama…” Isso é Espiritismo? Kardec se corrompeu para divulgar Espiritismo? Não, filhos, de forma nenhuma. De forma nenhuma. O interesse da iluminação individual vai estar acima de tudo. Não é que seja errado vender um livro, mas é trair o Cristo quando o interesse maior, maior, está no lucro. 

Ora, gastei mil reais para fazer o livro. Tudo bem, vou vender. Vendi e recebi dois mil. Ah, que bom. Que faço agora? Coloca livro de graça. Já vendeu, já teve lucro, já vai poder fazer outro livro. Este, bota de graça para todos. Qual o problema? Cobra só o custo, filho. 

A grande angústia de Kardec era essa: ele se preocupava dia e noite, como fazer livros mais baratos? Ora, você acha que isso não tá respondido? Você acha que Kardec vai vender livro agora? Impossível! Vai estar de graça. Quem quiser impresso paga o preço de impressão. E pronto. Livrou-se de um peso. Pode dedicar-se mais aos estudos e ao ensino.

Portanto, filhos, peço que vocês entendam: Nova Geração será muito mais parecida com a energia dos profetas do que com a elegância dos fariseus. Fiquem atentos para que vocês não continuem achando que são missionários, falsos profetas. Vamos ter atenção. 

Movimento espírita vai ter que aprender a distinguir, porque muitos que estão aí serão expulsos do verdadeiro Templo do Senhor. Não participarão do ambiente psíquico e social da Nova Geração, porque eles têm um interesse acima de tudo no mundo: viver a mensagem do Cristo.

Que vocês fiquem em paz,

Do amigo espiritual de sempre.

As sete comunidades a que se refere o Apocalipse localizam-se na Ásia menor (hoje, Turquia) e são próximas umas das outras.
A ilha de Patmos, onde se acredita que o apóstolo João recebeu a revelação.

Livro dos Médiuns - DAS REUNIÕES E DAS SOCIEDADES ESPÍRITAS

335. Já vimos de quanta importância é a uniformidade de sentimentos, para a obtenção de bons resultados. Necessariamente, tanto mais difícil é obter-se essa uniformidade, quanto maior for o número. Nos agregados pouco numerosos, todos se conhecem melhor e há mais segurança quanto à eficácia dos elementos que para eles entram. O silêncio e o recolhimento são mais fáceis e tudo se passa como em família. As grandes assembléias excluem a intimidade, pela variedade dos elementos de que se compõem; exigem sedes especiais, recursos pecuniários e um aparelho administrativo desnecessário nos pequenos grupos. 

divergência dos caracteres, das idéias, das opiniões, aí se desenha melhor e oferece aos Espíritos perturbadores mais facilidade para semearem a discórdia. Quanto mais numerosa é a reunião, tanto mais difícil é conterem-se todos os presentes. Cada um quererá que os trabalhos sejam dirigidos segundo o seu modo de entender; que sejam tratados preferentemente os assuntos que mais lhe interessam. Alguns julgam que o título de sócio lhes dá o direito de impor suas maneiras de ver. Daí, opugnações, uma causa de mal- -estar que acarreta, cedo ou tarde, a desunião e, depois, a dissolução, sorte de todas as Sociedades, quaisquer que sejam seus objetivos. Os grupos pequenos jamais se encontram sujeitos às mesmas flutuações. A queda de uma grande Associação seria um insucesso aparente para a causa do Espiritismo, do qual seus inimigos não deixariam de prevalecer-se. A dissolução de um grupo pequeno passa despercebida e, ao demais, se um se dispersa, vinte outros se formam ao lado. Ora, vinte grupos, de quinze a vinte pessoas, obterão mais e muito mais farão pela propaganda, do que uma assembléia de trezentos ou de quatrocentos indivíduos.

Ruínas históricas das cidades citadas no Apocalipse
Previous
Next

O que você achou?