Nova Geração Apocalipse – O Sétimo Selo: Quinta Trombeta

Sétimo Selo, capítulo 9

Ouça o Nova Geração Apocalipse – Sétimo Selo: Quinta Trombeta

Apocalipse, capítulo 9

1  O quinto anjo anjo deu um toque de trombeta: vi um astro caído do céu na terra e que recebeu a chave do poço do Abismo. 2 Abriu o poço do Abismo e subiu uma fumaça do poço, como fumaça de um forno gigante; o sol e o ar se escureceram com a fumaça do poço. 3 Da fumaça saíram gafanhotos que se espalharam pela terra. Foi-lhes dado um poder como o que têm os escorpiões da terra. 4 Mas proibiram-lhes de causar danos à erva da terra ou ao verde ou às árvores. Permitiram somente causar dano aos homens que não traziam na fronte o selo de Deus; 5 não para matá-los, mas para atormentá-los por cinco meses. O
tormento é como o de um homem picado por escorpião. 6 Naquele tempo os homens procurarão inútilmente a morte, desejarão morrer, mas a morte fugirá deles. 7 Os gafanhotos se parecem com cavalos aparelhados para a batalha; têm
na cabeca coroas como de ouro, rosto como de homens, 8 cabelo como de muIher, seus dentes como de ledo. 9 Têm couracas como de ferro. O barulho de suas asas é como o fragor de muitos carros de cavalos correndo para a batalha. 10 Têm caudas como de escorpiõo, como ferrões, e na cauda poder para causar dano aos homens por cinco meses. 11 Seu rei é o anjo do Abismo, que em hebraico se chama Abaddon e em grego Apollyon. 12 O primeiro ai passou; atenção, pois a seguir chega o segundo. 

Bíblia do Peregrino

Diálogo mediúnico

Que o Cristo, a luz do mundo, o sol maravilhoso de nossas almas, o ser que alimenta nossas vidas possa sempre nos inspirar, nos proteger e nos amparar, porque imenso é o caminho a ser percorrido e sem o Mestre nada conseguiríamos, depois de pequenos passos cairíamos e não saberíamos levantar. Mas Ele, justo e poderoso, pode nos proteger e nos dar a força que precisamos para percorrer os caminhos do bem. 

Muito obrigada pela sua presença hoje. A nossa pergunta é: como podemos nos preparar para lidar com os acontecimentos à quinta trombeta? 

Aceitando a verdade que está posta em o Evangelho Segundo o Espiritismo. Ler com atenção este capítulo tão importante, porque ali estão todas as linhas de conduta para o espírita e para quem queira atravessar os momentos mais negros do cumprimento da profecia apocalíptica.

O Cristo, mais uma vez, revela os caminhos a serem seguidos. O Cristo ainda uma vez alerta: não finja, não fraude, não faça mal, porque nosso Pai está te vendo, não há nada de oculto, não basta o aplauso, não basta aprovação, a fachada, a santidade cheia de podridão, não.

É indispensável que o ser volte com toda a força para si mesmo e se indague verdadeiramente: o que preciso mudar? O que preciso fazer hoje? E se não consegue, porque maioria não tem mais condição de conseguir, suplica ao Mestre: Mestre, por misericórdia, dá-me a verdade, ilumina meu ser, ajuda-me a descobrir onde eu estou te traindo, onde eu traio a mim mesmo.

Todos nós temos um destino espiritual grandioso, mas por muitos séculos nós mentimos para nós mesmos, nós sabotamos a nossa verdadeira felicidade. Hoje nós precisamos suplicar ao Cristo: Senhor, ajuda-me a encontrar o caminho que eu inadvertidamente escondi de mim mesmo; Senhor, ajuda-me ver o fragmento da verdade que eu já sou capaz e que eu tanto preciso para saber agir no mundo. 

Espiritismo para tantos virou movimento social, uma ocupação de superfície, existe a vida e dentro da vida existe um setor lá curioso chamado Espiritismo. Quem faz isso já se condenou. Porque o Espiritismo é o Cristo, se Ele não tá no centro da tua vida, você não terá luz suficiente para guiar-se em todas as situações. Você não saberá como agir nos acontecimentos que vão gerar a maior complexidade. Então, filhos, o que eu digo é: não deixa para última hora, porque você pensa que terá uma outra última hora, mas eu te digo, como um irmão de caminhada: a última hora chegou.

Eleva hoje a tua alma para o Cristo. Diariamente pede para Ele te banhar com as suas luzes e altera teu comportamento. Joga fora tudo que é falso. Fica com o pouco, mas que na verdade é um sol maravilhoso: o Evangelho do Cristo explicado por Allan Kardec.

A Codificação Espírita é tão extraordinária. Não segue falso profeta que tem tanto já dentro do Espiritismo. Tanta mentira, tanta calúnia, tanta vaidade. Fica com o Cristo. Fica com a luz do Cristo apresentada de forma tão maravilhosa pelo grande anunciador da Revelação: Allan Kardec. E tudo aquilo que for contrário a este joga fora e tudo aquilo que for de acordo segue, cem por cento de acordo.

Por isso, filhos, esquece tudo, os fariseus e seus templos. Esquece os palhaços que hoje se promovem usando nome do Espiritismo. Esquece os palestrantes vazios. Esquece os vaidosos médiuns. Busca o silêncio e a oração. Busca os que sofrem, consola-os, porque assim o Cristo estará consolando o teu próprio sofrimento.

Foge das falsas luzes do placo para encontrar em ti a verdadeira luz, o sol espiritual do mundo, Jesus de Nazaré. Assim estarás protegido dessa terrível e dolorosa profecia que tanto está perto, mas que vocês em nome do Cristo atravessarão como obreiros do Senhor. Este é o convite para todos nós da Codificação Espírita. 

Paz, 

Do amigo espiritual de sempre. 

As sete comunidades a que se refere o Apocalipse localizam-se na Ásia menor (hoje, Turquia) e são próximas umas das outras.
A ilha de Patmos, onde se acredita que o apóstolo João recebeu a revelação.

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - OBREIROS DO SENHOR

5. Chegastes no tempo em que se cumprirão as profecias referentes à transformação da Humanidade. Felizes serão os que tiverem trabalhado o campo do Senhor com desinteresse, e
movidos apenas pela caridade! Suas jornada de trabalho serão pagas ao cêntuplo que tenham esperado. Felizes serão os que houverem dito a se irmãos: “Trabalhemos juntos, e unamos os
nossos esforços, afim de que o Senhor, na sua vinda, encontre a obra acabada”, porque esses o Senhor dirá: “Vinde a mim, vós que sois os bons servidor vós que soubestes calar os vossos melindres e as vossas discórdias para que a obra não sofresse!”  Mas infelizes os que, por suas dissensões, houverem retardado a hora da colheita, porque a tempestade chegará e eles serão levados no turbilhão! Nessa hora clamarão: “Graça! Graça!” Mas o Senhor lhes dirá: “Por que pedis graça, se não tivestes piedade de vosso irmãos, se vos recusastes a lhes estender as mãos, e se esmagaste o fraco em vez de o socorrer? Por que pedis graça, se procuras a recompensa nos prazeres da terra e na satisfação do vosso orgulho? Já recebestes a vossa recompensa, de acordo com a vossa vontade. Nada mais tendes a pedir. As recompensas celestes si, para aqueles que não houverem pedido recompensas da terra”.

Deus faz, neste momento, a enumeração dos seus servidores fiéis. E já marcou pelo seu dedo os que só têm a aparência do devotamento, para que não usurpem o salário dos servidores corajosos. Porque é a esses, que não recuaram diante de sua tarefa, que vai confiar os postos mais difíceis, na grande obra da regeneração pelo Espiritismo. E estas palavras se cumprirão: “Os primeiros serão últimos, e os últimos serão os primeiros no Reino dos Céus!

Ruínas históricas das cidades citadas no Apocalipse
Previous
Next

O que você achou?