Nova Geração Livro dos Espíritos – Questão – 574a– Sinais de Inutilidade

Livro dos Espíritos

Segunda Parte – Mundo Espírita ou Dos Espíritos 

Capítulo X -Ocupações e missões
dos Espíritos

Livros
Dos
Espíritos

574-a. Mas, se tinham o direito de escolha, por que preferiram uma vida que em nada lhes seria proveitosa?
– Entre os Espíritos há também os preguiçosos, que recuam diante de uma vida de trabalho. Deus o permite, pois compreenderão mais tarde e à sua própria custa os inconvenientes dessa inutilidade e serão os primeiros a pedir para reparar o tempo perdido. Pode ser ainda que tenham escolhido uma vida mais útil, mas uma vez em ação a recusaram, deixando-se arrastar pelas sugestões dos Espíritos que os incitavam à ociosidade.

Mensagem de encerramento

Queridos filhos e filhas, que o Mestre seja sempre a referência, por quê? Porque ele diz com toda a clareza: quem me vê, vê o Pai; quem me entende, entende Pai; porque não estou falando de mim, estou falando o que o meu Pai quer que vocês saibam. É como quem diz: Eu sou a boca Dele, que pronuncia as palavras que vocês precisam ouvir.  

Precisamos entender, tudo aquilo que não for servir, nos atrapalha profundamente.

Precisamos entender que médium precisa ter mente e coração livres. Não pode enveredar-se por caminhos estranhos, obscuros e escusos.

Se médium já psicografa com medo: o que meu dirigente vai dizer? Ele já não serve, porque vai se confundir, angustiar, bloquear, e vai ter uma produção inferior. Não serve!

Vocês não observam nada disto? Por que, com tantos médiuns, nada sai de bom? Por que filhos? Por que os grandes médiuns sempre estiveram euma distância protegida destas estruturas do movimento espírita? Porque o médium que entra nisto já se autodestruiu.  Não é possível.

A tarefa mediúnica séria é uma tarefa de recolhimento, é uma tarefa de devoção, porque não é a mediunidade apenas, é manter no cotidiano um coração pacificado, não tumultuado.

Veja a vida dos verdadeiros médiuns, eles nunca estiveram nesta estrutura. Você vai dizer: mas o Chico Xavier é muito popular…. Mais ou menos, primeiro entendamos: quando recebeu as grandes obras, não era, no sentido de: ah… estou aqui e tenho de atender sempre imenso público. Segunda coisa: a tal da popularidade dele, não envolvia dinheiro, filho. Não envolvia dinheiro, ele recebia sofrimento, era o que ele ganhava nos “eventos” que fazia.

Ele ia e escutava. Ele não estava no ambiente psíquico destruidor. Quantos eventos pagos ele foi? Pessoas que pagavam para ver as mensagens, para assisti-lo? Não era porque ele era bonzinho, mas é que ele sabia como Espírito inteligente que é que se o psiquismo dele começava a frequentar estes ambientes seria destruído, porque a pessoa que paga para assistir vibra muito diferente da pessoa sofrida que pega fila para conversar. É lei, lei de Deus!

Então os médiuns verdadeiros, para os quais eu me dirijo, precisam ter uma disciplina extraordinária. Cuidado com grandes grupos, com grandes centros espíritas 

Uma única vez a Yvonne Amaral teimou. Iria trabalhar um curso mediúnico para cem pessoas. Teve sorte, porque no dia que estava indo, porque tinha mérito, quebrou o braço. Depois ela entendeu que aquilo foi uma grande benção.

Psiquismo delicado não pode estar funcionando na multidão. É proibido! Não existe isto, não funciona, destrói. Não pode, filhos.

Mediunidade inteligente, não pode se submeter a isto. É autodestrutivo. Não existe exceção para isto. O próprio Cristo lidou com esta lei. Muitas vezes se afastava da multidão, não está propício…  

Certos fenômenos, com poucos. Materialização, nem todos os discípulos participaram.

Mas vocês acham loucamente, que podem fazer eventos com milhares de pessoas, pagando, em clima difícil, e ter fenômenos mediúnicos elevados. Não pode, filho. Não pode!

Às vezes, uma vez, duas vezes, com uma preparação extraordinária vinda do mais Alto. 

Vocês não sabem o que Emmanuel mobilizou para aparição de Chico Xavier na televisão e tudo gratuito… 

É delicadíssimo, se vocês soubessem como de fato funciona psiquismo, garanto a vocês que nunca assistiriam determinadas cenas na televisão.

Agora imagina um indivíduo com psiquismo expandindo no fenômeno mediúnico, no meio de dez quinze pessoas que não tem uma postura adequada. É como você abrir o paciente no lixão, muito problemático…  

Agora vocês querem fazer isto com mil pessoas, com evento pago. Filhos, isto não funciona! Funciona outras coisas de ilusionismo, mas não funciona, não é permitido.

Estudem mediunidade, observem vidas de grandes médiuns. Como o psiquismo de médiuns verdadeiros é delicado, eles não podem estar expostos a multidão.  

A psicografia pública de Chico Xavier era delicada, mas, ainda assim, o ambiente era de pessoas sofridas. E mesmo assim, estudem, foi limitado. Apenas parte da vida, muitas providências, tudo muito delicado e alguns Espíritos não conseguiam escrever, pois o ambiente também afetava os espíritos.

Por isto se você quer estudar, estude sério: quais eram as condições, as barreiras, bloqueios, dificuldades, que espíritos conseguiam e quais não conseguiam.

Tudo muito sério, filhos, não é esta mágica que vocês querem acreditar que existe. Chega lá espírito que  chega no médium e são sempre mensagens elevadas. Isto não existe.  

Estudemos a mediunidade com Kardec, ele tem relato das verdadeiras dificuldades de mensagens verdadeiras.

Por isto, filhos, não existe este tipo de fenômeno se você quer achar que é elevado.

Mediunidade não é saber levantar peso, não é uma secretária que simplesmente anota. A mediunidade com o mais Alto é uma relação psíquica profunda e delicada e aqueles que queiram seguir este caminho, necessitam de uma profunda preparação.

E o primeiro caminho é:  não usem modelos que vão destruir a mediunidade de vocês. Não se exponham em fenômeno mediúnico com pessoas levianas, não participem de multidão. Isto é extraordinariamente perigoso.  

Tenham cuidado, porque apenas os que seguem o Cristo e usa modelo verdadeiramente superiores, podem alcançar os resultados de gerar com o amparo do mais Alto, bons frutos.  

Que vocês fiquem em paz,

Do amigo espiritual de sempre. 

Outros Programas

Nova Geração Livro dos Espíritos – Questão – 580 e 581 – A Verdade é Filha do Tempo

Livro dos Espíritos, questão 581: É necessário porém considerar as circunstâncias: os homens de gênio devem falar de acordo com o tempo, e um ensino que parece errôneo ou pueril para uma época avançada poderia ser suficiente para o seu século.

Categories: Nova Geração

O que você achou?