Nova Geração Livro dos Espíritos – Questão – 580 e 581 – A Verdade é Filha do Tempo

Livro dos Espíritos

Segunda Parte – Mundo Espírita ou Dos Espíritos 

Capítulo X -Ocupações e missões
dos Espíritos

Livros
Dos
Espíritos

580. O Espírito que se encarna para cumprir uma missão tem o mesmo receio daquele que o faz como prova?
– Não; ele tem experiência.
581. Os homens que são os faróis do gênero humano, que o esclarecem pelo gênio, têm certamente uma missão. Mas, no seu número, há os que se enganam, e que, ao lado de grandes verdades difundem grandes erros. Como devemos considerar a sua missão?
– Como falseada por eles. Estão abaixo da tarefa que empreenderam. É necessário porém considerar as circunstâncias: os homens de gênio devem falar de acordo com o tempo, e um ensino que parece errôneo ou pueril para uma época avançada poderia ser suficiente para o seu século.

Mensagem de encerramento

Que o Cristo nos ampare e nos ilumine sempre!  

Aqui está um ponto fundamental para os “estudiosos” apressados. Pois estudiosos verdadeiros, não são apressados, filhos. É importante buscar, compreender, quais as verdades que este sábio que estou estudando está me ensinando, está ensinando a humanidade inferior, e como ele utilizou a linguagem de sua época, para transmitir todos estas coisas.  

Sem este mínimo de sabedoria, sem este mínimo de humildade, o espírita se torna um tolo e seus estudos se tornam torpes, por isso Allan Kardec e os Espíritos da codificação sempre incentivaram os estudos aprofundados, compreender a natureza espiritual em tudo e em dimensões mais sutis, delicadas, importantes. Mas para isto, tem de olhar o mundo de verdade.  

O que este sábio quis dizer? o que este ato de sabedoria significa? O que posso aplicar em minha vida? Primeiro entender o que disse, fez, em seu momento histórico. Entender, depois, aí sim, trazer para dentro de si. O que posso aplicar na minha vida do que aprendi ao ler o julgamento de Sócrates, por exemplo? Quantos ensinos extraordinários posso aplicar em minha vida? O que é mais importante, o que aconteceu, por que aconteceu? Que erros estão envolvidos que eu mesmo posso cometer, que acertos deste grande mestre grego estão ali explicitados que também posso aprender?  

Tudo isto é muito importante, pois senão a tolice toma conta da mente da pessoa. Ela age estupidamente, pois pode pegar uma obra de um grande gênio e em quinze minutos sair dando opinião… Não pode, isto é desrespeitoso consigo e com o autor e com todos aqueles que irão ser turvados por interpretações estúpidas. Não pode fazer isto, pois é muito mais ético e respeitoso ler, meditar, avaliar, indagar, dialogar com pessoas que possam ajudar e depois elaborar alguma ideia do que se leu. 

 Espíritas perguntam: Ah… porque estes grandes gênios não ajudam o Espiritismo de maneira direta, ostensiva? Porque ninguém se qualifica para escutá-los. Está é a questão! Pois pessoas querem só perguntar coisas superficiais, nada contra… Mas como aluno dedicado, primeiro questões superficiais, depois questões aprofundadas. Não pode passar dez anos em questões superficiais, sempre uma questãozinha e se acham inteligentes, e nunca um estudo sério e dedicado de determinado tema que levaria a profundidade e que atrairia espíritos sérios e sábios ligados a este tema. Por isto, filhos, entendamos: quem quiser conhecer a vida de um sábio, entender algumas verdades que ele expressou, dedique alguns anos. É tão pouco para ganhar tanto…  

Ah…. Quero saber quem foi Joana d’Arc. Pensa na vida dela, nas circunstâncias, no que ela disse, na relação que ela tinha com os espíritos, sem pressa, com muita atenção, com muita concentração. E não decorando duas ou três frases de efeito, como macaco de circo. Não pode! Precisamos dar valor a aquilo que tem valor real. Por isto, digo a vocês: aqueles que levarem a sério estas orientações de O Livro dos Espíritos, conseguirão companhia dos bons espíritos, pois eles não buscam na Terra uma pureza absurda, que não existe; eles não buscam uma santidade que seria falsa. Eles buscam dedicação sincera, com o máximo de esforço, para ao menos vislumbrar, compreender de alguma sorte a verdade, pois aos poucos, quando se busca a verdade, ela passa a se mostrar.  

Que vocês fiquem em paz, do amigo espiritual de sempre.  

 

Outros Programas

Nova Geração Livro dos Espíritos – Questão 585 – Os Três Reinos

O que os Espíritos pensam da divisão da Natureza em três reinos, ou melhor, em duas classes: a dos seres orgânicos e a dos inorgânicos? Segundo alguns, a espécie humana forma uma quarta classe. Qual destas divisões é preferível?

Categories: Nova Geração

O que você achou?