Nova Geração Livro dos Espíritos – Questões – 600  – Atributo do Espírito

Previous
Next

Livro dos Espíritos

Segunda Parte – Mundo Espírita ou Dos Espíritos 

Capítulo XI – Os Três Reinos 

Questão 600

Livros
Dos
Espíritos

600. Sobrevivendo ao corpo em que habitou, a alma do animal fica num estado errante semelhante ao em que se acha o homem após a morte?
“Fica numa espécie de erraticidade, já que não está mais unida ao corpo, mas não é um Espírito errante. O Espírito errante é um ser que pensa e age por sua livre vontade; o dos animais não tem a mesma faculdade. É a consciência de si mesmo que constitui o principal atributo do Espírito. Após a morte, o Espírito do animal é classificado pelos Espíritos que se encarregam dessa tarefa e utilizado quase imediatamente; não dispõe de tempo para se relacionar com outras criaturas.”

Mensagem de encerramento

Queridos filhos e filhas, que o Cristo nos ensine a abrir nossa mente para começar a compreender a beleza, a grandeza da obra de Deus, Nosso Pai, Senhor do universo! 

Façamos uma comparação: o homem que não é capaz de sentir as próprias dores, de saber como sofre, porque sofre, de entender como seu sofrimento se diferencia cada dia é incapaz também de compreender que tipos de alegrias existem em sua vida é como um verme, uma pulga, um ser inferior.  

Está é a diferença – um animal sofre, foge, esconde-se. O ser humano pode fazer tudo isto, mas ele precisa saber o porquê, como isto o afeta intimamente. Ele necessita entender que tipo de dor existe em cada momento, precisa saber o que de fato lhe traz profunda alegria. E é muito triste que existam pessoas que não se preocupam com isto. É preciso se perguntar ante uma vida tão doente, que hoje vocês veem no mundo, quais são as fontes da minha verdadeira alegria? Porque cabe a você buscar isto e para tal a inteligência precisa, tem necessidade de se unir à consciência de si.  

Onde encontro as alegrias mais profundas e mais saudáveis para a minha alma? Onde encontro? Construindo uma casa, construindo barcos, barquinhos de brinquedos para dar para as crianças? Escrevendo? Meditando? Onde encontro as principais alegrias que vão nutrir meu ser, que vão elevar a minha vibração? Pessoas não sabem. Espíritas não sabem que necessitam disto. Acham que bastam seguir o guia do momento, acreditam que bastam seguir o chefe do centro, do grupo, o guia do estudo, e tal… Não! Estrupido! Pois só você pode descobrir o que engrandece o seu ser. É uma busca pessoal! Uma conquista do Espírito. O que alimenta a sua alma, filho? O que nutre o seu ser, filha? Ninguém lhe dará isto. Pense: que momento de sua existência se sentiu pleno, feliz, mais perto do seu centro, captou melhor a presença divina em si? Não adianta copiar os outros, fazer de conta.  

É necessário ter uma consciência profunda, pois no momento em que a Terra se abala completamente, você precisará responder a esta pergunta: como o Cristo vai lhe nutrir de forma mais profunda? Será que ouvindo música é que você abre o seu ser para o mais alto?  Como filhos? Precisa saber! Pois no fundo a questão é: qual a melhor forma de abrir o próprio ser para que a luz do Cristo entre em ti. É cantando, correndo, pensando? Como? Você precisa saber a resposta desta questão. Como fará cada dia para que se abra um tanto mais para a luz do Cristo? Se não sabe isto, filho, sua vida está sobre perigo de definhar. Se descobre, se busca isto, o Cristo sorrirá para você e dirá: um irmãozinho que busca abrir o coração para mim.  

Não se abre coração com cinismo, hipocrisia, espetáculos fúteis. Necessário olhar para dentro de si e ver, testar, buscar que atividades abrem teu psiquismo para o Cristo. O que eleva a minha vibração? E fazer isto sempre com este objetivo. Canto, danço ou corro, medito ou estudo, com a intenção clara de abrir o meu ser para a luz deste mundo, que se chama Jesus de Nazaré. 

 Quem fizer isto receberá tesouros, grandezas imensas do coração do Cristo e nunca viverá em trevas.  

Paz, 

Do amigo espiritual de sempre.  

Outros Programas

Nova Geração Apocalipse – Capítulo 19 – O casamento e o Cavaleiro Branco

1 Depois, escutei no céu um barulho como de uma grande multidão que dizia: Aleluia! Ao nosso Deus cabem a vitória, a glória e o poder, 2 porque são justas e certas suas sentenças. Porque sentenciou a grande prostituta que corrompeu o mundo com suas fornicações, e pediu-lhe contas do sangue dos servos dele.

Categories: Nova Geração

O que você achou?