Conceitos – Cruz – Encontro 4

Emmanuel nos apresenta sua compreensão do significado da cruz e da crucificação de forma direta e objetiva com conceitos similares aos desenvolvidos pelo apóstolo Paulo que entendia a cruz/crucificação como revelação do poder e da sabedoria de Deus que significa todos os tipos de reconciliação: do ser humano com Deus, de judeus e gentios (diferentes povos) é o processo de plena restauração e reequilíbrio de toda a Vida.

Vejamos algumas definições de Emmanuel no livro Palavras de Vida Eterna.

Enquanto a criatura não adquire consciência da própria responsabilidade, movimenta-se no mundo à feição de semi-racional, amontoando problemas sobre a própria cabeça. Entretanto, acordando para a necessidade da paz consigo mesma, descobre de imediato a cruz que lhe cabe ao próprio burilamento. Encarnados e desencarnados, jungidos à Terra, vinculam-se todos ao mesmo impositivo de progresso e resgate. No círculo carnal, a cruz é a dificuldade orgânica, o degrau social, o parente infeliz… No plano espiritual, é a vergonha do defeito íntimo não vencido, a expiação da culpa, o débito não pago… Tenhamos, pois, a coragem precisa de seguir o Senhor em nosso anseio de ressurreição e vitória.