Diálogo mediúnico

Diálogo Mediúnico






 

Que o Cristo possa nesse instante, com seu coração amigo e generoso, nos amparar, porque dEle precisamos sempre para poder nos fazer compreender de forma clara, para que nossas palavras se tornem úteis na vida prática de vocês. Para que todos consigam a cada dia, a cada hora se possível, melhorar, elevar o pensamento, ter profundidade de reflexão, ter carinho com os fracos, ter piedade com os criminosos, e se tornar uma luz no mundo. Não interessa, se uma luz grande e imensa, pode ser luz discreta e pequenina, mas precisamos assumir este compromisso. Temos que nos tornar luzes, pequeninas que sejam, luzes que falam, que refletem, que iluminam a verdade cristã.

Podemos iniciar, minha amiga.

Muito obrigada pela sua presença hoje. A nossa primeira pergunta é: como ampliar a consciência de nossos pontos magnéticos?

Primeiro, perguntar se realmente vocês entendem que eles existem. Não adianta falar em palestra, repetir livro de A, de B, isso não presta para quem quer crescer. Tem que se perguntar: de fato eu tenho isso? Eu acredito nisso? Eu estou convencido? Que experiências eu preciso ter? O que eu preciso ler? Como eu posso adquirir essa certeza? Importantíssimo, investir nisso. Tempo, esforço, sofrimentos, buscar. Como as pessoas que dizem que compreendem, que têm certeza que isso existe chegaram ás suas conclusões? Não reencarnaram dizendo: ah, eu sei isso. Claro que não. Como elas aprenderam? O que as ajudou? E o que pode me ajudar? Talvez experiência de uma não, mas da outra será extremamente útil. Então é preciso ter disposição, capacidade de pensar com seriedade nessas questões. Se não, fica: ah, é uma teoria espírita; ah, é uma teoria hinduísta; ah… E para quê que serve? Para nada. Mas, se você quer ser sério em relação a isso, pensa, pesquisa, pergunta. Que médiuns que você conhece que já viram um perispírito? Que médiuns que você conhece que conseguem descrever? Como isso se dá? Por que vezes médium vê só espírito com roupa normal e às vezes ele conseguem ver algum destaque? Em que momento se verifica esse destaque? Ou em quais diversos momentos isso acontece? Será que existem médiuns que conseguem ver melhor? Quem são? O que eles contam? Que relatos eles compartilham? Então, não pensem que adianta dizer: ah, eu acredito, e pronto. Não faz isso, filho. É tão tolo quanto dizer: eu não acredito, e pronto. Entenda, você tem corpo espiritual. Você vai ter que tomar conta dele. Você vai ser responsabilizado por isso, por lei de Deus. Claro. então, vale à pena, mesmo que depois não acredite cem por cento, acredite de uma forma não completa. É claro que não vai ser completa. Não acredito que aqui nesse curso tenha gente tola o suficiente para achar que vai entender tudo, que vai saber como funciona tudo. Nossa luta com vocês é o básico, é o mínimo que vocês precisam para atravessar esse tempo difícil. Nós não temos e não iremos ensinar para vocês muito mais do que isso. Nós não temos interesse nisso, porque só confundiria. Precisamos muito que vocês entendam esse mínimo para no futuro, um dia, explicar mais. Quem sabe até algum de nós encarnado que estudou muito o assunto. Mas, se vocês não conseguem entender mínimo, sequer conseguem se questionar com seriedade, com profundidade, como avançaremos, filhos? Como ensinar operações matemáticas complexas quem não sabe as operações básicas? Muito importante. O que nós estamos ensinando para vocês é como se fosse uma tabuada básica. Mas, se vocês não entendem isso, toda a compreensão estará sempre comprometida. 

Não interessa que vocês repitam coisas profundas. E complexas porque ouviram dizer. Isso não vale nada. O que é muito, muito importante é que vocês se disponham a pesquisar, a refletir e, acima de tudo, a experimentar. É tão fácil. Ah, se eu aplico um excesso de energia nesse ponto magnético, o que acontece com pessoa? O que acontece comigo se eu pedir para um amigo botar, projetar o máximo de fluidos possível nesse ponto magnético? Anota, papel, anota: minhas reações foram essas, essas, essas. Ah, e seu eu agora pedir para ele aplicar um excesso de energia nesse ponto magnético? Ah, mas talvez eu passe mal. Qual o problema? Você não quer experimentar? Ou é frouxo, como vocês dizem?  O que é que tem? Depois faz passe dispersivo e pronto. Mas tem que sentir. 

Uma pequena dor de cabeça, um pequeno enjoo, vai fazendo teste e vai pensando: deve ter uma relação com isso, porque na hora que ele fez isso eu senti tal coisa. Onde será o melhor lugar para aplicar energias calmantes? Faz teste. Aplica em três, quatro, cinco lugares. Então, é muito simples. Duas pessoas poderiam estabelecer um critério de estudo e fazer experiências, se for experiência série, se tiver a evocação dos anjos guardiões, de amigos espirituais, vocês terão resultados interessantíssimos. Mas tem que fazer. Alguém: ah, mas por que muitas pessoas não fizeram? Porque são tolos. Os que se aproximam do magnetismo simplesmente para negar são tolos e alguns, que eu conheço, são falsos profetas. 

E vocês adoram isso, porque parece que estudou muito, porque parece que sabe muito, e ninguém pergunta: como foram as tuas experiências pessoais com o magnetismo? Como você magnetiza? O que você consegue? Cadê os teus relatos? O que você viveu em você? O que você viveu diretamente aplicando nos outros? Se não começar por aí quando se fala do magnetismo, vocês serão vítimas de muitos charlatões e mentiroso, e está cheio. 

Não tenham dúvida, uma das questões centrais atacadas pelas trevas no movimento espírita chama-se magnetismo. Sabe por que, filhos? Porque o magnetismo, ele dará para vocês experiências sublimes! Quem não quer isso? Trevas. Vai ficar só lendo: fulano saiu do corpo, fulano leu isso, e por que você não pode fazer? Por que não pode se preparar de forma séria e fazer? Quer dizer que isso não faz diferença? Quer dizer que alguém magnetizar seu braço e você não conseguir movê-lo de jeito nenhum não fará diferença na sua compreensão da vida? Claro que fará. Pelo menos, fez na de Kardec. As experiências que ele viveu alteraram sua forma de ver o mundo. Fez, na experiência do querido amigo Bezerra de Menezes. 

Fez diferença na vida de todos. Por que vocês querem seguir os tolos? O Cristo sempre propiciou experiência para todos, Allan Kardec também. Vocês querem ser tolos. Ficam numa discussão estúpida de magnetismo. Pode, não pode, existe, não existe, quer, não quer. Estupidez, faz experiência. Por que não faz experiência? Vou pegar um magnetizador e vou acompanhar experiência com cem pessoas, e vou anotar tudo, e vou filmar tudo, e vou gravar tudo, aí eu posso ser considerado um pesquisador sério. Ah, tem aqui um bom grupo, não aconteceu nada com ninguém? Como relataram as coisas? Será que todos mentiram? Será que metade mentiu? Não, observe isso, conheço pessoa… Pesquisa filho. Mas vocês preferem gastar 300, 500 horas falando tolice do que usar 10 em experiência séria. Portanto, estejamos muito atentos, é muito fácil estudar e fazer experiências sérias, mas, se vocês não quiserem, vocês devem arcar com as consequências e a pior é permanecer na tolice. Pior de todas, para mim.

Muito obrigada pela resposta. Então, como ampliar a capacidade do ponto magnético frontal? Como poderia se fazer isso?

Vamos fazer uma experiência com você. Tem que querer. Faz prece e tira 15 a 20 minutos e direciona tua percepção para algo belo da natureza. Uma planta, uma flor, uma rosa, o céu. Se quiser, bota música muito harmônica e concentra tentando perceber cada coisa, perceber música, perceber o que está na vista, perceber ar tocando em você, perceber, perceber, perceber… 

Antes de começar anota como você está, depois que terminar anota como você está. Assim você terá duas experiências centrais. Uma: como lidar com ansiedade? Tópico nosso. Duas: após terminar, tente ver como você está percebendo tudo que está ao seu redor. Se você fizer o exercício, sua percepção estará um pouco diferente. Assim se cresce espiritualmente. Tornando a percepção, por meio de exercício continuado, mais sutil, mais elevada, mais sofisticada. 

Não sejamos tolos ao ponto de imaginar que Jesus percebia tudo ao seu redor como nós percebemos. Não falo de coisa mágica, falo de uma percepção sutil e profunda. Todos vocês podem aperfeiçoar de maneira enorme a percepção de vocês. Mas é exercício, exige que queira, que se esforce, que se concentre, que dedique-se. Porque quem não faz isso fica com a percepção entorpecida. Aí diz: não, porque eu li tantos livros, mas não percebeu nada, porque é um tolo. Porque está tudo cheio de lodo. Percepção profunda exige muito mais. 

Vocês não entendem porque que Kardec viu tudo diferente da grande maioria das pessoas. Ninguém percebe isso? Ora, os espíritos se manifestaram igualmente para milhares de pessoas. Por que Kardec foi tão diferente? Perguntem-se. Ah, porque tinha um espírito orientando ele. Os outros não tinham? Claro que tinham. Não tinham muitos espíritos querendo trabalhar? Claro que tinham. O que fez Kardec? Ele percebeu diferente. Ele percebeu diferente e vocês sabem porquê. Porque ele aprendeu com Jesus de Nazaré a perceber diferente a vida. 

Vocês podem aprender com o Cristo a perceber melhor a vida. Não foi isso que Ele fez com apóstolos? Não foi isso que Ele fez com quem o buscou? Não é isso que Ele quer fazer com toda a humanidade? Não é uma revolução sangrenta. O cristianismo é, acima de tudo, uma revolução que envolve uma transformação de toda forma de percepção. E, uma vez mudado, eu garanto: é melhor morrer do que abandonar a luz do mundo.

Que vocês fiquem em paz,

Do amigo espiritual de sempre.

.

Amigo espiritual de sempre

O coordenador espiritual do módulo é também o atual coordenador do Grupo Marcos. Opta por identificar-se como - amigo espiritual de sempre em sua comunicações.

Que o Cristo nos ajude a entender, meus filhos e filhas, esse saber elevado que foi permitido ser transmitido aos modernos, aos arianos modernos, para que eles possam, superando os bloqueios de compreensão, aceitar verdades ao mesmo tempo espirituais e práticas.
Por isso rogamos a assistência do Mestre, para que corações endurecidos, para que cérebros limitados na percepção e no saber possam, pouco a pouco, se abrir gerando clima de compreensão e de vida mais elevada.
Podemos começar.

1ª pergunta: Agradecemos muito a sua presença no dia de hoje. Vamos à primeira pergunta: qual é a importância de entendermos as funções de nossos pontos magnéticos centrais para a nossa vida?

Podemos fazer comparação, qual é a importância de saber a diferença entre braços e pernas? Qual a importância de saber a função de coração e de estômago? Fundamental! Então, compreender os pontos centrais energéticos do corpo espiritual é central, porque se não, não vai poder entender nada da vida, se não, não vai poder entender-se. Porque o que esses pontos mostram, e, isso é muito importante que vocês pensem, o que esses pontos mostram são as sete principais funções, características, do espírito.
O que esses pontos centrais mostram são os sete caminhos que espírito precisa percorrer para evoluir de fato. O que esses pontos centrais mostram são as sete aptidões, sete habilidades que todo filho de Deus que está na situação humana precisa ter.
Por isso a limitação, sete, porque existem mais, mas vocês não estão no estado evolutivo para desenvolver outras virtudes, outras qualidades, outras capacidades.
O desafio de vocês, o que o Criador quer de cada um de vocês, é que cada um administre, cuide, gerencie e faça crescer esses sete pontos centrais, esses sete atributos, essas sete características que vocês já possuem, já vivem com elas, mas que, muitas vezes, não cuidam bem.
Então, saber isso é saber quais são as sete principais virtudes ou poderes que eu preciso desenvolver na minha atual fase de existência. Se entender isso, filha, você não se perde mais, você já sabe sete principais caminhos a serem percorridos, sete lições, sete aprendizados, sete processos educativos específicos que você precisa se quer se dedicar, de fato, ao Cristo, ao Mestre.
Porque o Mestre para você significa isso: ele é o professor, o educador que vai ensinar a lidar com essas sete dimensões principais de sua vida, de seu ser. E, um dia, poderemos fazer um estudo mostrando como o Cristo ensinou ao longo de sua vida a você, a todos nós, a desenvolver e a educar cada um desses sete pontos centrais.
Sem nenhuma dúvida, o Mestre fez isso, porque se Deus na Criação coloca sete pontos centrais no corpo espiritual, ora, isso quer dizer alguma coisa importante, isso significa uma orientação. É impossível ser mais evidente do que isso. Se Deus diz: corpo espiritual tem esses sete pontos centrais, o que Ele está dizendo a um ser inteligente? Ah, são as sete coisas que eu tenho que prestar mais atenção, são os sete aspectos que eu tenho que cuidar mais do que todos os outros!
Se Espiritismo ajudar você a entender isso, filha, vai ser muito bom, porque agora você não vai ser uma pessoa confusa, não sabe o que faz, não sei como me educo, não sei como me cuido. Não. Você sabe. A sua atenção tem que estar voltada para sete pontos principais para começar uma caminhada espiritual consciente.
Espírito, na Terra, está em fase muito, muito curiosa. Muito bom estudar vocês, porque vocês estão justamente na fase que têm a chance de ter uma consciência espiritual. Podemos dizer que para população da Terra, no geral, consciência espiritual tem dia de nascimento, tem certidão de nascimento: 18 de abril de 1857.
É a chance que vocês têm de começar a entender o que significa vida espiritual. Por isso, trazemos esse conhecimento aqui: começar a entender que Deus indicia tudo de maneira muito objetiva, muito clara, muito prática, e, hoje, vocês estão tendo acesso a esse saber.
Espera-se que vocês queiram crescer de verdade e usem isso como um guia de evolução e não fiquem falando besteiras, fazendo de conta, histórias malucas, não. É algo que está no seu corpo, filha. É algo que está no seu corpo, filho. São marcas. E não tenha dúvida: quando nós olhamos para qualquer um de vocês e olhamos para esses sete pontos centrais, nós não mantemos mais nenhuma dúvida, sabemos quem você é.
Se você cuida disso ou daquilo, como você age, como você pensa, como você sente, como você se relaciona com você e com a vida. Por isso, não há nada escondido. Quer saber quem é espírito? Avalia os sete pontos centrais dele e está resolvido, não precisa nem perguntar nada.

2ª pergunta: O amor se expressa por meio do ponto magnético cardíaco?
Esta pergunta eu gostei muito, e falei a outra rápida para poder explicar isso com calma para vocês, porque vocês confundem.
Povo brasileiro é povo emotivo, ainda não é povo amoroso. Diferente, muito diferente. Por que pátria do Evangelho? Por causa da emotividade. Que significa isso? Que está disposto, a partir do chacra da emoção a harmonizar todos os outros. A emoção expande, a emoção propaga. Ora, se eu quero propagar uma ideia, o que eu uso? Emoção. Se o Cristo quer propagar o Evangelho na Terra, que é que usa? O povo emotivo. É simples entender a vida. Então, vocês são um povo emotivo, mas ainda não são povo amoroso. Qual a chance de vocês? Qual a chance? Usar o chacra coronário para captar vibrações do Evangelho: amor. Levá-las ao coração e daí expandir. Mas não é obrigado nem necessariamente fará isso.
Isso é importante entender. Tem poder de emoção, mas tem que se perguntar: que emoção eu estou desenvolvendo? A emoção faz circular, como o coração faz circular o sangue em todo o corpo, mas existe sangue podre. Claro que existe. Nós, muitas vezes, espiritualmente falamos, sentimos o fedor do sangue das pessoas. Claro que existe. Existe sangue ruim. Claro que existe. Carregado de emoções terríveis. Então, o ser emotivo não faz o ser, obrigatoriamente, ser elevado. Mas ser emotivo, inspirado pelo mais alto, sim. Esta função de pátria do Evangelho: captar do Evangelho, do plano espiritual superior, das vibrações do Cristo e fazê-las circular em todo o organismo, em todo o organismo social, e fazê-las circular no mundo. Esta a função de coração. Coração não é necessariamente amor, na verdade não há uma ligação direta. Se assim fosse, todo mundo com emoções fortes teria um amor intenso. Nós sabemos que a verdade não é essa. Quantos crimes não se cometem com emoção desequilibrada?
E o que é então o amor? Onde se localiza o amor quando falamos de pontos magnéticos. Ou melhor, falando de uma maneira mais correta num sentido específico: onde se expressa? Porque pontos magnéticos não são sede, a sede é sempre espírito, pontos magnéticos são expressões. Onde se expressa melhor o amor? O amor, filha, definido pelo Cristo muito bem, não é apenas emoção, não é apenas percepção, não é apenas criatividade, não é apenas alimento, não é apenas energia, não é apenas fraternidade, falando de todos os pontos centrais. O amor só existe, filha, em seu poder pleno, quando se harmonizam todos os chacras.
O amor elevado nasce quando o ser harmoniza todos os chacras. Nenhum chacra específico é chacra do amor, porque o amor é união. O amor existe quando todos os pontos magnéticos centrais trocam de forma excelente as suas vibrações. O amor é um conjunto, o amor nunca é uma coisa isolada. Então indivíduo que ama, nós vemos, todos os pontos magnéticos estão iluminados e integrados. Aí sim existe o poder do amor. Você não pode dizer: ah, esse espírito tem poder do amor elevado por causa do ponto central magnético A, B, C, D, não. Isso é quem não entende. Quando você vê amor significa: todos estão iluminados e integrados. Isso. Porque cada um precisa de amor, quando todos os pontos centrais têm amor eles se integram de uma forma magnífica, de uma forma magnífica, e aí você vê expressões belíssimas.
Então, importante entender, amor é a perfeição individual integrada, é a soma de todas as harmonias individuais. O amor existe quando cada um ama e se integra. Então amor não se localiza em coração. Emoção se localiza em coração, amor se localiza no conjunto dos sete, no conjunto de todos, na verdade. E aí um alimenta o outro. Espírito que atingiu harmonia de todos os pontos ama, por isso, se fala sempre: amor é espontâneo. O amor é como uma música: quando todos os instrumentos estão sendo tocados de maneira perfeita e se juntam: ah, uma sinfonia maravilhosa. Amor é como um quadro belíssimo: todos as cores, todos os pontos minúsculos se juntam: ah, que obra perfeita. Amor é como literatura sublime: cada letra se junta da forma certa, do jeito certo, com pontuação certa: ah, que poema fantástico, que descrição sublime. O amor é sempre, filha, a junção sublime de todas as partes. Por isso, não pensem que amor se expressa num ponto. Se existe amor, existe sempre junção sublime de todas as partes. Por isso Deus é amor Supremo, por que? Porque Ele é a junção sublime de todas as partes, finitas e infinitas. Por isso não se pode definir amor, por isso João diz: Deus é amor! Porque o amor sempre é a junção de tudo na sua perfeição, na sua harmonia plena. Então, se queres ver amor em você não fique com tolice dizendo que amor é isso, é aquilo, não! Cuida carinhosamente de seus sete pontos centrais. Aí, sem você se dar conta, o amor aparece como o nascer do Sol, aquela luz que ninguém percebe, e um dia você está iluminado para sempre. Isso é amor.

Amigo espiritual de sempre

O coordenador espiritual do módulo é também o atual coordenador do Grupo Marcos. Opta por identificar-se como - amigo espiritual de sempre em sua comunicações.