O grupo Marcos é o símbolo do trabalho cristão dos que voltam ao mundo com a missão de reviver o cristianismo primitivo. Necessário será – como os primeiros cristãos – enfrentar a zombaria da soberba materialista que se instalou nos corações duvidosos de suas obrigações com o Cristo. Não é apenas ao combate externo ou das tentações sociais que deve enfrentar o novo cristão – o cristão do século XXI – é, também, o combate da inércia nos próprios ambientes do Espiritismo-cristão; mais uma vez a criatura encarnada se acomoda gostosamente as convenções do mundo, esquecendo-se, temporariamente, das convenções de Deus, isto é, das Leis eternas e imutáveis; mais uma vez o Cristo lança mão de seus recursos amorosos no intuito de socorrer aos homens empedernidos no mal e afogados nas vaidades terrenas e rasteiras.

Continue lendo a mensagem de Ivan de Albuquerque.

Inscreva-se em nossa Lista