Nova Geração #164 – Passado, Presente e Futuro para desencarnados.

Como, quando desencarnamos, percebemos o passado, o presente e o futuro? Essa foi o assunto da conversa de Allan Kardec com os Espíritos registrado nas questões 241, 242 e 243 de O Livro dos Espíritos. Fala a pena saber o que eles falaram!


 

Baixar Áudio


 

Livro dos Espíritos

Parte II – Mundo Espírita ou dos Espíritos

Capítulo VI – Vida Espírita

Item – Percepções, sensações e sofrimentos dos espíritos

241. Têm os espíritos uma ideia do presente mais precisa e mais exata do que nós?
“Quase como aquele que enxerga bem, possui uma ideia mais exata das coisas do que o cego. Os espíritos veem o que não vedes; julgam, portanto, diferentemente de vós; mas, uma vez ainda, isto depende da elevação deles.”

242. Como os espíritos têm o conhecimento do passado? E esse conhecimento para eles não tem limite?
“O passado, quando dele nos ocupamos, é presente; exatamente como te lembras de uma coisa que te impressionou no decorrer do teu exílio. Simplesmente, como não temos mais o véu material que obscurece tua inteligência, nós nos lembramos de coisas que se te apagaram da memória; mas, nem tudo é conhecido pelos espíritos: a começar pela sua própria criação.”

243. Os espíritos conhecem o futuro?
“Isto depende, ainda, do aperfeiçoamento deles; frequentemente, eles apenas o entreveem, porém nem sempre lhes é permiti-do revelá-lo; quando o veem, parece-lhes presente. O espírito vê o futuro mais claramente, à medida que se aproxima de Deus. Depois da morte, a alma vê e abarca, num piscar de olhos, suas migrações passadas, mas não pode ver o que Deus lhe prepara; para isso, é preciso que ela esteja inteiramente integrada a ele, após muitas existências.”


 

Mensagem de Encerramento

Que a paz do Cristo toque nossos corações neste instante em que nos dispomos a tocar em temas tão sagrados para a sabedoria universal, porque a principal relação do Espírito é exatamente a relação com o seu passado e seu futuro, naturalmente, depois com a relação com o Pai Criador.

Vocês ainda não conseguem se dar conta: como as relações que hoje vocês estabelecem com o passado de vocês determina as suas vidas. Isto é um fato real. Como determinadas posturas desencadeiam séculos de problemas.

Muitos de vocês em outra existência disseram após acharem-se vítima: não perdoo você jamais! E hoje, encarnados, esquecidos do que fizeram do ponto de vista dos fatos, mas, ainda com a mesma postura emocional, produzem uma vida abjeta, miserável e torpe, porque não conseguem se estruturar de forma saudável, por causa desta promessa maldita feita no passado de nunca perdoar determinada falta do outro.

É tão sério este aspecto, que todo o processo iniciático verdadeiro obriga ao indivíduo a reestruturar sua relação com o passado. Seja com fatos conscientes, seja com fatos inconscientes. Vou dar um exemplo mais simples: o indivíduo sofre uma ofensa que vocês diriam que é uma ofensa leve. Perde o controle de si e destrói o indivíduo que a fez, de forma brutal, mata depois de bater, depois de torturar, esmaga todo o corpo. Por quê? Pode ter sido pelo fato há duzentos anos ele sofreu uma ofensa que o magoou muito e decidiu que jamais perdoaria nenhum ser humano que o ofendesse daquela forma. Manteve isto, a ofensa leve tocou no tipo de ofensa de duzentos anos e ele cria um futuro negro por conta desse ódio.

Não têm como espíritos terrenos, inferiores, evoluírem de verdade, sem reorganizar, reordenar a relação emotiva que estabeleceu com o passado. Existem meios de investigação, mas, acima de tudo, é indispensável compreender que a toda hora, porque vocês são espíritos, a toda hora vocês se relacionam com o passado. E esse padrão de relação mais ou menos consciente, em cada caso, determina grande parte do futuro de vocês.

O futuro não é feito de futuro. O futuro é feito de uma mistura chamada mistura de passado com o presente. A forma como vocês realizam esta mistura ou para ser didático: como vocês temperam esta mistura, decide o futuro de vocês.

Futuro não é feito de futuro, futuro não é feito de presente, futuro é feito de coordenação específica entre o passado e o presente, entendam isto! Isto poderá ser muito importante para quem de fato quer crescer espiritualmente.

O passado jamais se apagará, mas o que irá mudar é a forma como vocês juntam o passado com o presente. E isso quem quer crescer espiritualmente precisará aprender, senão nunca crescerá.

Paz a todos vocês, do amigo espiritual de sempre.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s