Nova Geração #166 – Perceber Deus


Conversamos sobre as possibilidades reais de como perceber Deus. No final, um exercício extraordinário ofertado pelo amigo espiritual. 


Baixar Áudio


244. Os espíritos veem Deus?

“Apenas os espíritos superiores o veem e o compreendem; os espíritos inferiores o sentem e o adivinham.”

a) Quando um espírito inferior diz que Deus lhe proíbe ou lhe permite algo, como sabe que isto vem dele?

“Ele não vê Deus, mas sente sua soberania e, quando uma coisa não deve ser feita, ou dita uma palavra, ele percebe, como uma intuição, uma advertência invisível que o proíbe de fazê-lo. Vós mesmos não tendes pressentimentos que são para vós como advertências secretas para fazer, ou não, esta ou aquela coisa? Acontece o mesmo conosco, apenas num grau mais elevado, pois tu compreendes que, sendo a essência dos espíritos mais sutil que a vossa, eles podem captar melhor as advertências divinas.”

b) A ordem lhe é transmitida diretamente por Deus, ou por intermédio de outros espíritos?

“Ela não lhe vem diretamente de Deus; para comunicar-se com ele, é necessário ser digno disto. Deus lhe transmite suas ordens através de espíritos que se acham mais elevados em perfeição e em instrução.”

 


Mensagem Encerramento

 

Filhos, esta questão é muito especial, que vocês estudaram. Na verdade, a grande parte do Livro dos Espíritos é extremamente especial e uma pequena parte é muito especial!  É uma obra singular e eu realmente espero que vocês comecem a amadurecer para isto. Iniciando, hoje, e em duas ou três encarnações, vocês entendam o básico desta obra. Seria tão bom para a Terra, que tivesse muitos indivíduos que entendessem de fato esta obra. Vamos compreender que de forma muito discreta há uma escada nesta questão. Uma escada iniciática porque fazíamos exatamente o mesmo no passado.

Ponto culminante: compreender e ver Deus. Ponto inicial: adivinhar e sentir. Vejam o sentido inverso desta resposta. Primeiro o indivíduo adivinha Deus: ah… acho que existe alguém que criou isto. Isto é adivinhar. É a fase que alguns espíritas estão hoje, ainda. Maioria está assim quando diz: Deus existe, pois se prova por sua obra. É o nível um, o primeiro, o mais básico, é o adivinhar. Ah, deve existir, pois tem isto aqui. Deve existir tal animal, pois estou vendo o rastro dele. Deve existir tal pintor, porque estou vendo a pintura. É o nível de adivinhar. Então o adivinhar ai não é de brincadeira de adivinhação. Deve existir, mas porque a palavra adivinhar pode ser considerada apropriada, porque dizer que existe é apenas um chute, como vocês dizem, e é deve existir, está tudo ai feito alguém deve ter feito… Isto é muito pouco, muito primitivo, estamos em maioria ainda em uma fase primitiva em nosso grupo espírita.

Pessoas falam: Deus existe porque… Está na fase do eu acho que existe. Vamos pensar como seria isto em termos didáticos. Você chega em sua casa e diz: alguém deve ter ajeitado porque  está tudo organizado. Ok! Muito pobre! Você chega em sua casa, vê tudo limpo e organizado, e não apenas sabe, advinha, que alguém arrumou. Você sente: esta pessoa me ama! Veja o que ela fez por mim.  Entendam espíritas: como é tão diferente vocês ficarem no nível adivinho. O nome é muito bom, porque  os adivinhos eram religiosos primitivos. Combina muito, porque é primitivo, inicial. Então primeiro o indivíduo advinha: Deus existe. Óbvio! É… Só pode ser, porque quem fez isto? Só pode ser ele, e eu chamo de Deus, pronto.  Um passo a mais, sentir, amigos. Como estamos distantes disto em nosso movimento encarnado. Sentir, não fique chateados, essa é a realidade, muitos que se acham muita coisa sequer têm um bom nível enquanto espírito inferior. É preciso sentir Deus e ampliar este sentimento.

Hoje quero dar para vocês um exercício iniciático, sim, pelo menos quando eu ministrava era para os meus discípulos. Muito importante. Façam isto e vocês verão transformações profundas. A cada manhã, para quem quiser começar muito pouco.  A cada manhã e a cada tarde, para quem conseguir um pouco mais; e depois a cada manhã, a cada tarde e a cada noite. Porque hoje não mais são iniciações como no passado. Hoje iniciamos quem quer ser iniciado por esforço próprio e autônomo. Então nós ensinamos, nós não vamos criar estrutura perfeita para vocês, como fazíamos. Hoje vocês tem o saber, mas tem que ter o esforço da autonomia.

Pensamos assim. Cada manhã você vai ter que sentir Deus, em algo objetivo, sem conversa mentirosa. Algo vai lhe despertar o sentimento por Deus. Não é olhar uma borboleta e dizer: alguém inteligente deve ter feito. Não! Nível muito baixo. Que sentimento Deus quer que eu desenvolva a partir desta borboleta? Sentir! À tarde, observar outra coisa: que tal descobrir Deus na face de uma pessoa sofrida? Que sentimento Deus quer me passar por esta face? À noite, que sentimento quer Deus me passar com estrelas? Óbvio, são exemplos, mas tem de buscar algo no mundo externo, mas que desperte um sentimento em relação a Deus.

Espírito muito, mas muito atrasado, adivinha que Deus existe; espírito inferior, um pouco melhor, sente que Deus existe; espírito mediano, pouco melhor que um inferior, ele sabe, porque que advinha, ele sente que Deus existe, adivinha e sente. Resultado, ele tem certeza de Deus! Porque tanto o intelecto, o adivinho, quanto o sentimento, concordam. Quando o intelecto e o sentimento concordam, se tem algo chamado de certeza profunda.

Gostaríamos que em duas ou três encarnações, os espíritas já tivessem neste nível. Certeza da existência de Deus. Penso que vocês podem acelerar este processo, penso que é uma boa ideia, porque poder pode, o Cristo é o caminho, cada um vai na velocidade que deseja. Demos uma sugestão, para nós, extremamente preciosa.

No passado, pouquíssimos tinham acesso a isto. Hoje o próprio Cristo ordena: compadeçam-se dos pequeninos, dos muito inferiores e ensinem a todos o caminho para o meu Pai.

Cumprimos esta ordem.

Do amigo espiritual de sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s