É com muita alegria, meus filhos, que venho falar dessa missão tão bela e sublime que Deus concede aos Espíritos que não mais estão presos as inferioridades da Terra, que é a de cuidar daqueles que amam.

Não é uma tarefa fácil, não é uma tarefa rápida, auxiliar o ser ainda embrutecido pela animalidade a atingir à luz espiritual que carrega dentro de si, mas que está envolta de tantas trevas interiores. É Deus que concede a missão a esses espíritos, como demonstração de Seu Amor. Imaginem que cada um de vocês está protegido por seres poderosos, que conhecem as vastidões imensas do Universo, mas que optaram por estar ao vosso lado, nas maiores dores. Mas não apenas imaginem, sintam, porque isto não é uma teoria religiosa, é uma realidade que se constata em toda a história da humanidade. Esses espíritos, muitas vezes, vos acompanharam das tribos mais grosseiras aos salões mais sofisticados, com apenas um intuito: vos fazer crescer e progredir, em sabedoria e em amor. É a esta missão que muitos cumprem e que, apenas após muitos e muitos séculos de doação intensa, colhem os resultados. Mas como são doces os resultados que colhem quando seus protegidos, cansados da arrogância e do preconceito, decidem seguir a mensagem do Cristo, a mensagem do amor, a mensagem do perdão… O perdão, talvez seja o maior exercício que fazem, esses espíritos, em relação aos seus protegidos. Quantas vezes, décadas e décadas de trabalho, quantas vezes séculos de intensos labores são desperdiçados pelo ser que está no mundo, por causa de sua arrogância, por causa de sua prepotência.

Quantas vezes esses amigos que retiraram seus protegidos literalmente da lama, cuidaram-lhe das feridas, consolaram-lhe incontáveis vezes, conseguem que estes reencarnem no mundo para servir, para aprender, para cristificar-se, precisam amargurar as cenas de vê-los mais uma vez envoltos no orgulho e na arrogância, mandando e humilhando os mais fracos, e quando se aproximam com suas boas ideias são repelidos, porque muitas vezes os corações de seus protegidos estão profundamente iludidos, esquecem a fraternidade e alimentam o ódio que acumula riqueza e que destrói a paz do coração. Muitas vezes tivemos que consolar amigos, anjos guardiões, que viam seus protegidos nessa situação. Planos de ventura espiritual adiado por séculos… Mas o perdão caracteriza o coração deles. Eles se entristecem, mas entendem, eles perdoam, eles amparam, eles protegem.

São a esses espíritos, que vos amam acima de todas as riquezas, que deveis voltar a vossa atenção, que deveis voltar o vosso carinho, que deveis vincular os vossos corações. Porque se muitas vezes vos achais sozinhos é porque não estais ainda com a sintonia que deveríeis estar com esses protetores. Que se entenda a mensagem espírita: apenas com o vínculo profundo entre encarnados e desencarnados e, em particular, entre os encarnados e seus anjos guardiões, é que a reforma moral será possível. São esses amigos que conhecem o vosso passado de erro e vos amam, são esse amigos que conhecem as vossas virtudes e acreditam em vocês. São esses amigos que possuem a permissão de Deus parar desvelar aos vossos olhos os vossos compromissos espirituais, porque quase sempre participaram deles em detalhe, para que essa existência seja vitoriosa.

Estais no mundo, jovens amigos, com a missão nobre de trabalhar pelo Consolador, para isto é indispensável que estejais em sintonia superior com os vossos anjos guardiões e conosco, com toda a equipe que trabalha no movimento espírita desencarnado. Poderemos somar os nossos esforços, ampliar as nossas vibrações de amor para acabar com a solidão em vossos corações e para vos tornar verdadeiros guerreiros do Evangelho, dispostos a enfrentar todas as dores íntimas e dar o que o Cristo deseja de cada um de vós: o vosso suor e vossos sentimentos elevados, como matéria-prima da construção da nova sociedade, da civilização do espírito.

É a vos que dirigimos o nosso apelo: amai aos vossos anjos guardiões e segui os seus conselhos, porque se assim o fizerdes, amados jovens, nós vos asseguramos, encontrareis Jesus no final da caminhada. Porque na Terra, o objetivo supremo dos anjos guardiões é fazer com que seus protegidos encontrem o Cristo que existe em seus corações e também com o mestre espiritual deste mundo, Jesus de Nazaré. Me despeço na certeza de que estaremos juntos e que também poderemos responder as vossas questões sobre este assunto que nos é tão caro.

Jesus vos abençoe e ampare. E que em vossos corações, a partir do dia de hoje, se acendam uma luz de sintonia com os vossos anjos, para que somando todas estas luzes, iluminemos a Terra.

Paz a todos,

Patrícia

 

Mensagem encerramento do PodSim 01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s