Nova Geração # 231 A dupla vista e os mundos superiores

 LIVRO SEGUNDO
Mundo Espírita ou dos Espíritos

CAPÍTULO VIII – EMANCIPAÇÃO DA ALMA
O sono e os sonhos
Visitas espíritas entre vivos
Transmissão oculta do pensamento
Letargia, catalepsia, morte aparente
Sonambulismo
Êxtase
Dupla vista
Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da dupla vista

448. A dupla vista é permanente?

– A faculdade, sim; o seu exercício, não. Nos mundos menos materiais que o vosso, os Espíritos se desprendem mais facilmente e se põem em comunicação apenas pelo pensamento, sem excluir, entretanto, a linguagem articulada; também a dupla vista é para a maioria uma faculdade permanente; seu estado normal pode ser comparado ao dos vossos sonâmbulos lúcidos, e essa é também a razão por que eles se manifestam a vós mais facilmente do que os encarnados de corpos mais grosseiros.

449. A dupla vista se desenvolve espontaneamente ou pela vontade de quem a possui?

– Na maioria das vezes ela é espontânea, mas a vontade também muitas vezes desempenha um grande papel. Assim, podes tomar por exemplo certas pessoas chamadas leitoras da sorte, algumas das quais possuem essa faculdade, e verás que a vontade as ajuda a entrar no estado de dupla vista e nisso a que chamas visão.

450. A dupla vista é suscetível de se desenvolver pelo exercício?

– Sim, o trabalho sempre conduz ao progresso, e o véu que encobre as coisas se torna transparente.

450-a. Esta faculdade se liga à organização física?

– Por certo, a organização desempenha o seu papel; há organizações que se mostram refratárias.

Mensagem de encerramento

Paz e alegria em seus corações, queridos filhos, queridas filhas!

Sim, o Cristo aguarda a vossa decisão mais serena e sincera para autorizar a expansão de vossa percepções. Não para o deleite, não para a estúpida necessidade de exibicionismo que toca alguns corações queridos. Não para isto! Mas para que você sinta-se um ser imortal.

Imagine uma sociedade em que milhares de pessoas exercem a dupla vista com toda a naturalidade. O exercício desta dupla vista, simples e elementar, mas com naturalidade, vai educar milhões de pessoas. Isto o espírita é incapaz, hoje, de entender. Ele quer se exibir, que é o tal, que é muitas coisas. Mas não quer com tranquilidade com amigos sinceros de trabalho dizer: venha cá vamos fazer uma experiência… Vamos fazer uma prece, vou observar o que está acontecendo, agora, na outra sala, e você me diz se é verdade ou não… Pronto, só isto! E simples, sem exibicionismo e a pessoa pode até ficar espantada porque é ignorante. E você diz: ah, você está espantado? É porque você a sua  ignorância é muito grande. Leia estes dois livros e veja que isto é normal. Imagine milhares de pessoas fazendo isso com certa regularidade, amparada por seus guias espirituais… Simples, é só isto!

Isto mudaria mais o mundo do que estas palestras exibicionistas, estes eventos espíritas que cada vez mais se parecesse como um show business. É isto que vocês querem? Virar artistas vulgares? Que atraem multidões para faturar milhões? Não condeno os artistas, mas pergunto se é esse o modelo de Paulo, se é esse o modelo de Pedro, se é isso que o Cristo deseja? Se pergunte.

Precisamos filhas e filhos, sinceros e amados, quebrar com isto, não combatendo, mas nos conscientizando e vivendo de maneira diferente.

Não preciso de um palco ilustre para apresentar as verdades cristãs. Quero me preparar para apresentá-la no meu dia a dia, inclusive com fenômenos deste tipo, porque assim o Cristo anunciou e não serei eu que vou criticar ou querer alterar a estratégia estabelecida pelo governador deste mundo.

Precisamos nos submeter a esse amor operante, a essa inteligência sublime que se chama Jesus de Nazaré, porque ele não é somente um ser que ama, ele sabe e age – e ele é o grande comandante, o eleito de Deus que guiará a transformação do mundo.

E felizes serão todos aqueles que se submeterem a estratégia do Mestre, vivendo tudo aquilo que ele manda no limite de suas forças, de seus sinceros corações.

Esses serão os que herdarão o mundo, porque ser manso não é ser uma lesma, ser manso e pacífico é ser submisso as orientações do Senhor a cada instante.

Muita paz, do amigo espiritual de sempre.

Categories: Nova Geração

O que você achou?