Nova Geração 269 – Quem é o Espírito Verdade

Livro dos Espíritos

520. Os espíritos protetores das massas são de uma natureza mais elevada do que os que se ligam aos indivíduos? 

“Tudo é relativo ao grau de adiantamento das massas, como dos indivíduos.” 



Mensagem encerramento

Queridos filhos, queridas filhas,

Não é justo, não é bom para vocês afastar o Cristo de seus corações. Entendo que tem muita mistificação tola e barata em movimento espírita, entendo que muito absurdo já foi dito em nome do Cristo, mas, Ele é a luz. Sem Ele, vocês vão andar em trevas. 

Quem seria o guia de Allan Kardec, senão o Cristo? Você não tem a menor noção da evolução deste Espírito! Ele está entre os maiores seguidores do Cristo. Nenhum outro teria condição de orientar tão profundamente em contexto tão delicado, porque isto vocês não fazem a menor ideia do sacrifício estratégico que Allan Kardec teve de suportar. 

A fogueira seria muito mais leve para ele. Ele passou por coisas muito piores.

Eu asseguro: quem conhecer a vida deste Espírito vai ter um dos maiores choques de sua história espiritual. Ele sofreu muito mais do que vocês são capazes de conceber. Ele teve o mundo religioso voltado contra ele. Ele teve o desprezo da maior parte do mundo científico. Ele só encontrou consolo no coração dos simples. Foram jovens abnegados que mais sustentaram o codificador, com o seu entusiasmo e sacrifícios silenciosos. Isto o emocionava até as lágrimas. 

O mundo nunca foi tão austero e áspero com um ser como foi com Allan Kardec. O sacrifício dele foi diário, meus filhos.

A cada passo calúnias brotavam ao seu lado, as trevas utilizaram-se dos piores médiuns que estavam encarnados para atacá-lo. Quiseram sufocar o nascimento do Consolador no mundo, tentando destruí-lo.

Este Espírito sabe, como poucos da história do mundo. o que significa ser crucificado. Ele está entre os pouquíssimos que de fato viveu um testemunho próximo, não digo igual, próximo ao do Cristo. Mas vocês não entendem isto. Acreditam que ele simplesmente ficou escrevendo e falando com os espíritos. Como espíritas conseguem ser tolos! 

Este homem se meteu nas piores disputas políticas do mundo, porque ele foi atacado pelos poderes mais mórbidos da intriga, da fortuna e da oposição.

Ele enfrentou os piores monstros destruidores da Terra e simplesmente não foi assassinado, porque o Cristo o vigiava constantemente e olhava, posso dizer para vocês, com muito carinho para o codificador.

O Cristo, não posso dizer: orgulhava-se, pois vocês vão distorcer a palavra. Mas tinha uma alegria sublime ao ver tantas vezes este homem levantar-se alquebrado, de madrugada, para ir visitar os enfermos antes de iniciar as suas tarefas no mundo.

E depois, passar o dia todo lidando com víboras venenosas e traiçoeiras. Não há calúnia que não tenha sofrido, não há sabotagem emocional e financeira que não tenha experimentado.

Fortunas foram gastas para destruir este homem. Fortunas. Políticos foram mobilizados, cientistas foram contratados, prostitutas elegantes foram enviadas para seduzi-lo. Repórteres tornaram-se médiuns das trevas para atacá-lo. 

Filhos, este amigo é um amigo da Humanidade que engoliu as piores dores para poder estender o braço a vocês. Este amigo fez por merecer a companhia de Jesus de Nazaré.

É um dos poucos Espíritos, que eu posso dizer, que merece a companhia de nosso Mestre elevado, porque nós outros a temos por misericórdia.

Não se espantem. Este espírito está à frente das mudanças do mundo e um dia vocês vão se espantar com a generosidade desse indivíduo que na última existência tomou o nome de Allan Kardec.

Pensem que o Cristo jamais usaria a boca de um falso para instalar no mundo o Consolador que começará a dar os seus verdadeiros frutos. 

Que vocês fiquem em paz,

Do amigo espiritual de sempre. 


                      Livro dos Espíritos 
                          Segunda Parte 
Capítulo IX Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal
                                 -
1. Penetração dos espíritos no nosso pensamento.
2. Influência oculta dos espíritos nos nossos pensamentos e nas nossas ações.
3. Possessos.
4. Convulsionários.
5. Afeição dos espíritos por certas pessoas.
6. Anjos guardiães, espíritos protetores, familiares ou simpáticos.
7. Pressentimento.
8. Influência dos espíritos nos acontecimentos da vida.
9. Ação dos espíritos nos fenômenos da Natureza.
10. Os espíritos durante os combates.
             
                 Perguntas do capítulo 459 a 557
Categories: Nova Geração

O que você achou?