Nova Geração #161 – Nômades Espirituais 2 – Arrumando a mochila

Baixar áudio 

 


 

Mensagem Encerramento

 

Que o Cristo nos ajude e nos inspire neste instante. Meus filhos e minhas filhas, todos que estão compromissados com a Pátria do Evangelho: é preciso pensar em profundidade o que o Cristo espera de você.

Chega a hora em que dores muito fortes devem tocar o coração daqueles que se desejam purificar vinculados à coletividade brasileira. É preciso se perguntar em prece sincera: Mestre, o que você deseja de mim neste instante? Mestre, qual a minha obrigação com o teu coração?

Aos espíritas, deseja o Mestre: muita abnegação, muito equilíbrio sincero, muita ação justa e equilibrada em prol de construção de sociedade maravilhosa do futuro. Por isto, filhos, cada um de vocês carrega no psiquismo o programa do Cristo para a Pátria do Evangelho. Vocês não podem mais viver ignorando estes impulsos, estas orientações, e posso garantir algo ainda mais: cada um de vocês que me ouve carrega a orientação específica do Cristo para a atuação na Pátria do Evangelho.

Não pensemos que o programa do Cristo para a Pátria do Evangelho é apenas uma ficção, uma história bonita para consolo na hora de cansaço. É um programa para a hora de trabalho, é um programa de construção, como se constrói um prédio, com se constrói uma civilização. Por isso, quem não voltar às costas para o Cristo, mas, ao contrário, quem elevar o seu coração ao Mestre, precisa fazer a pergunta a ele: Mestre ajuda-me a lembrar a tua vontade, em relação a minha ação, para a construção da Pátria do Evangelho.

Em momento filhos que todos devem se comprometer com uma oração continuada e intensa, para gerar as forças necessárias para que Ismael possa ser ouvido pelos corações dos líderes encarnados da Pátria do Evangelho. Chega a hora de o ódio ser colocado de lado, chega a hora da ação justa, equilibrada, ponderada e fraterna, para que na Pátria do Evangelho não venhamos a repetir as experiências de triste lembrança da Revolução Francesa, em que irmãos se massacraram e que o mal não foi totalmente destituído por causa da ação da maldade. O que quero dizer é que não se pode usar a técnica do mal para se extirpar a maldade social. É necessária a ação firme, mas abnegada. Ação justa e fraterna. Precisa não apenas combater o mal. É preciso combater o mal com as poderosas armas do Bem! Espíritas, posicionem-se clamando com firmeza e ternura. Pedindo ao Cristo luz e ação iluminada.

Filhos, a Pátria do Evangelho passa por provação delicada, muito mais delicada do que vocês possam ver na carne. Por isso vos alertamos: ação justa e abnegada. Todos que trazem as marcas da ganância não estão aptos para essa ação, todos que buscam promover a si mesmo, não devem ser eleitos como aqueles que devem ocupar a primeira linha de comando.

Filhos, acima de tudo, que as experiências do momento presente façam vocês despertarem não para uma ação superficial, mas para a única reflexão que pode, de fato, salvar a Pátria do Evangelho, que é a reflexão íntima, que se pergunta: o que o Cristo quer que eu faça na grande obra de construção da Pátria do Evangelho?

Povo brasileiro: não sou brasileiro de história, eu sou hoje de coração. Por isso lhes conclamo: muita firmeza, muita tranquilidade e muita oração!

O mal faz alarde, o bem sacrifica-se em silêncio continuadamente, e, se assim vocês fizerem, nós venceremos o mal!

Muita paz do amigo espiritual de sempre!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s