Especial de Natal

Entender e sentir a proposta de Jesus é fundamental para saber o valor do Natal.

Temos Jesus

ABEL GOMES

ESCRITOR, poeta e professor, nascido em Minas Gerais a 30 de dezembro de 1877 e falecido a 16 de agosto de 1934. Espírito dinâmico, posto que fisicamente inválido, deixou alguns livros inéditos, dos quais dois já editados pela Federação, além de copiosa obra esparsa.

Temos Jesus

Desaba o Velho Mundo em treva densa
E a guerra, como lobo carniceiro,
Ameaça a verdade e humilha a crença,
Nas torturas de um novo cativeiro.


Mas vós, no turbilhão da sombra imensa,
Tendes convosco o Excelso Companheiro,
Que ama o trabalho e esquece a recompensa
No serviço do bem ao mundo inteiro.


Eis que a Terra tem crimes e tiranos,
Ambições, desvarios, desenganos,
Asperezas dos homens da caverna;


Mas vós tendes Jesus em cada dia.
Trabalhemos na dor ou na alegria,
Na conquista de luz da Vida Eterna.


Mensagem encerramento

Que o Cristo nos ilumine sempre.

Filhas e filhos,

Podemos hoje neste período que, muitas vezes, muitas tristezas vêm à tona, aprender a nos curarmos emocionalmente. Não bloqueiem suas dores, não usem bebidas, drogas para fugirem das situações tristes. Pensem em Jesus, talvez este seja o período em que o Mestre tenha maiores chances de estar próximo de muitos corações, porque pelo menos se fala nele, pelo menos se pensa nele.

O que eu gostaria de dizer a vocês hoje é que vocês devem aproveitar este momento para estabelecer uma relação segura com Jesus. Muitos temem o Cristo, porque imaginam ele um ser terrível, truculento… Não filhos, o Cristo nunca foi assim. O Cristo jamais trata suas ovelhas frágeis e perdidas com o rigor excessivo, exagerado, nunca.

O poder do Cristo vem de um coração que naturalmente jorra misericórdia. Antes de pensar, o impulso profundo deste espírito é de uma misericórdia avassaladora. O olhar dele representa para nós a infinita misericórdia de Deus.

Não podemos ter imagem mais poderosa de uma misericórdia infinita do que do olhar deste espírito. É como se estivéssemos envolvidos num turbilhão, num oceano infinito, numa nascente de profundidade infinita e extensão incalculável toda feita de misericórdia. Não há nenhuma experiência que possamos ter mais poderosa da misericórdia divina do que o olhar do Cristo.

Poderíamos passar séculos simplesmente envoltos numa misericórdia que afaga, que acalma, que eleva, que compreende. É alguém que compreende as nossas dores mais insignificantes e ao mesmo tempo as abranda, as consola, as suaviza.

É muito estranho, mas é profundamente consolador, porque é como se estas energias penetrassem cada pequena brecha de nosso ser, onde falta amor, e dissesse: eu quero preencher cada pequeno ponto de teu ser onde ainda não conseguiu ali acender a lei do amor. Por isto nós sentimos tão plenos em contato com o Cristo e ele não faz isto pensando é o seu fluir natural.

Ele é o espírito que preenche cada ponto não iluminado pelo amor no ser que ele olha. É uma experiência sublime e isto é um ato de misericórdia infinita. É como se dissesse: ah, como eu desejo que você esteja assim… E ai por um momento de grande misericórdia ele nos mostra como nós nos sentiremos quando conquistarmos esse padrão de amor. Não há condenação, é um estímulo maravilhoso, é uma prova de carinho extraordinária e ao mesmo tempo é uma forma dele nos dizer: veja o que eu desejo para você, veja que felicidade eu tanto quero que você atinja.

Portanto, o Cristo não nos olha apenas com as nossas tremendas limitações atuais, ele olha desejando e já, de certa forma, nos dando um pouco a nossa felicidade futura. Certamente, não é um amor do mundo, certamente, não é um amor que nós conhecemos em nosso dia a dia, porque é um amor que ama consolando e elevando a patamares que nenhum ser humano pode sequer saber que existe.

Por isto, filhos e filhas, é um desafio imenso se permitir ser amado pelo Cristo. É isto que eu queria dizer para vocês hoje, eu entendo que também é desafiador, mas não podemos fugir deste desafio.

Aceitar a cada dia o amor do Cristo, porque este espírito não perderá nenhuma oportunidade de nos envolver com a sua luz. É como uma criança que se alegra quando consegue nos tocar com a sua luz. É a única imagem que tenho, me perdoem, um sorriso infantil e divino se forma no rosto deste espírito quando ele, com nossa permissão, consegue nos tocar com o seu amor, é a única coisa que posso dizer para vocês, é algo tão puro e elevado… Ele demonstra uma alegria tão divina quando consegue abraçar com a sua luz o mais necessitado dos espíritos. Pergunte a Jesus qual a maior alegria que ele tem em cuidar de todas as nossas vidas, e ele diz: quando consigo penetrar o coração de meus irmãozinhos, assim ele nos trata, a cada um de nós.

Nós não somos espíritos imundos, desprezíveis, independente do que nós tenhamos feito. Ele sempre nos olha como irmãozinhos. Este é o carinho do governador do planeta, por você, meu filho. Este é o sentimento do governador do mundo por você, minha filha. Não tenham dúvida: o Cristo te chama de irmãozinho, de irmãzinha, independente de qualquer coisa.

O seu sorriso infantil, ingênuo, puro e divino se realiza quando qualquer espírito da Terra, qualquer um de seus irmãozinhos, permite que ele o toque com o seu coração. E um dia vocês verão dizer dos lábios deste Mestre divino: a minha maior alegria do mundo é quando em nome de Deus, um dos meus irmãozinhos permite que o meu coração toque o coração dele. Isto é o Natal para nós.

Que vocês fiquem em paz, um grande abraço do amigo espiritual de sempre.

Categories: Sem categoria

O que você achou?