Nova Geração 251 – Crises Emocionais

Livro dos Espíritos 
Segunda Parte Capítulo IX - Intervenção dos Espíritos no Mundo Corporal


1. Penetração dos espíritos no nosso pensamento.

2. Influência oculta dos espíritos nos nossos pensamentos e nas nossas ações.

3. Possessos.

4. Convulsionários.

5. Afeição dos espíritos por certas pessoas.

6. Anjos guardiães, espíritos protetores, familiares ou simpáticos.

7. Pressentimento.

8. Influência dos espíritos nos acontecimentos da vida.

9. Ação dos espíritos nos fenômenos da Natureza.

10. Os espíritos durante os combates.

Perguntas do capítulo 459 a 557 Convulsionários


Livro dos Espíritos

481. Os espíritos desempenham algum papel nos fenômenos que se produzem nos indivíduos designados sob o nome de convulsionários?

“Sim e muito grande, assim como o magnetismo, do qual se originam, em primeira instância; porém, o charlatanismo tem, com frequência, explorado e exagerado estes efeitos, o que os fez cair no ridículo.”

a) De que natureza são, geralmente, os espíritos que concorrem para esta espécie de fenômenos?

“Pouco elevada; acreditais que espíritos superiores se divirtam com coisas semelhantes?”

482. Como o estado anormal dos convulsionários e dos crisíacos pode se estender, subitamente, a toda uma população?

“Efeito simpático; as disposições morais se comunicam muito facilmente, em alguns casos; não sois alheios o bastante aos efeitos magnéticos, para não compreenderdes isto e a parte que certos espíritos devem aí tomar, devido à simpatia por aqueles que os provocam.”

Dentre as faculdades estranhas que se observam nos convulsionários, sem dificuldade, reconhecem-se algumas, das quais o sonambulismo e o magnetismo oferecem numerosos exemplos: tais são, entre outras, a insensibilidade física, a leitura do pensamento, a transmissão das dores, por simpatia, etc. Não se pode, portanto, duvidar de que aqueles crisíacos não estejam numa espécie de estado de sonambulismo desperto, provocado pela influência que exercem uns sobre os outros. Eles são, ao mesmo tempo, magnetizadores e magnetizados, inconscientemente.

Mensagem de encerramento

Que a paz do Cristo permaneça sempre em nós e entre nós, caros irmãos e irmãs espíritas.

Falamos hoje de um tema central, entender a vida, entender comportamento de espíritos encarnados e desencarnados. Não se iludam: em nosso plano, o conhecimento do Magnetismo é ainda mais essencial. 

Para os desencarnados, sem Magnetismo, aqui não fazemos quase nada! Por quê? Porque é por meio do Magnetismo que transmitimos aos espíritos que amamos o nosso sentimento. Vou usar a linguagem de vocês: é por meio do Magnetismo que nós mandamos os nosso e-mails, nossas mensagens de comunicação. Claro que é!

É por ido do magnetismo que quando estamos em um momento feliz, vendo o nascer do sol em planeta distante e lembramos de uma pessoa, que àquela cena está relacionada,   mandamos para ela aquela imagem que está em outro planeta. 

Como fazemos isto? Conhecendo leis de transmissão magnética, porque vocês pensam que velocidade, do que vocês chamam de velocidade da luz é muito rápida. Para nós é uma coisa que não usamos, porque é muito lento. Não dá tempo, a vida não poderia acontecer como acontece se dependêssemos de velocidade da luz. É utilizando transmissores magnéticos que conseguimos manter muita interação. 

Quando socorremos, utilizamos sempre técnicas magnéticas, movimentando as mãos ou não. Mas sempre técnicas magnéticas. 

O Magnetismo em sentido profundo é a ciência que nos guia na relação com o meio, e vocês podem entender isto como universo conhecido e com seres. 

É por meio do magnetismo que enriquecemos a vida, é por meio do magnetismo que espíritos que nos amam nos enriquecem.

Estava aqui parado, ouvindo o que falavam, observando, e recebo, em forma de meio magnético um aroma muito carinhoso de um Espírito que foi minha filha há muito séculos atrás. Ela vive em outro planeta e lembrou-se de mim e enviou. Vocês não ter que saber como, mas eu vou dizer: por meio magnético, embora isso não explique, um cheiro muito peculiar ligado a nossa história na Terra em um passado distante. 

Vocês têm os desenhozinhos que vocês chamam de internet, eu acho que isto é ainda o melhor, me desculpem… 

Quem faz isto? É que tem poder magnético, de pegar aquela substância e transformar, fazer com que ela se torne extremamente sutil, e enviar por meio que vocês desconhecem, mas Kardec ensina: é o fluido cósmico universal. E aquilo chega até mim de forma discreta, apenas para eu perceber. 

Agora, por que vocês não querem isto para a vida de vocês? Porque querem ser estúpidos, querem viver como uma pedra, isolados, brutos, grosseiros. Por que não querem aprender a trocar vibrações com o universo de forma impactante, enriquecedora? Quer fazer isto? Estuda magnetismo! Treina com coisas simples. Trocar energia com a água, com um vegetal, com uma pessoa que ama. E um dia vão fazer coisas extraordinárias. 

Bem filhos, encerro dizendo: essa é uma verdade triste. Nunca compreenderam o Cristo, porque não sabem o que é magnetismo. 

Vocês precisam fazer diferente: precisam entender o poder magnético de um ser tão maravilhoso e conhecendo o básico das leis do magnetismo, aprender a vincular-se energeticamente a este coração que é capaz de iluminar a Terra e muito mais. O jovem de Nazaré! 

Muita paz,

do amigo espiritual de sempre. 

Categories: Nova Geração

O que você achou?