Nova Geração 05 – Gripe Espanhola, Grande Espera e Eurípedes Barsanulfo.

Graças, Pai, estou salvo! 

Eurípedes Barsanulfo


Desencarne de Eurípedes em Sacramento 01 novembro de 1918


Relato de Odilon um dia antes do desencarne de Eurípedes

O nosso providencial convívio foi curto, porque a gripe espanhola invadira Sacramento, enlutando os lares, derramando dor e sofrimento. Eurípedes fora também atingido, justamente quando ele não descansava um só momento. Tive então a ventura de ser por ele convidado para auxiliar na farmácia, para dias após sofrer a desventura de perdê-lo. 

A febre abatia-o de momento a momento, mas milhares de receitas partiam da sua abençoada boca e os medicamentos, manipulados sob sua carinhosa vigilância. 

Na noite 31 de outubro, ele me disse muito abatido, querendo dar-me uma receita para eu preparar: “Odilon, raiz de … raiz de…” e foi caindo da cadeira. 

Ele começava entrar em estado de coma, mas teve tempo para pedir um banho. A impressão era dolorosa, quando uma onda de esperança acalmou os corações. 

Eurípedes, exclamou: Graças, Pai, estou salvo!

E todos nós pensamos que ele estava salvo da doença, mas ele dava graças a Deus pela redenção de seu espírito, vindo desencarnar ao amanhecer. 

Fonte.

Diálogo Mediúnico

Que a paz do Cristo esteja sempre conosco nos dando lucidez, equilíbrio e firmeza, porque o Mestre espera de cada um de nós, no momento do ápice da transformação, desprendimento, energia e coragem, porque aquele que quiser salvar sua vida vai perdê-la conforme ensinou Jesus de Nazaré. 

Podemos iniciar. 

Muito obrigada pela sua presença hoje. A nossa pergunta é: qual deveria ser a postura espírita no momento atual?

Pensemos e sintamos com o Cristo: esta é a regra absoluta.

Ninguém irá sentir a suavidade da mão do Cristo em seu ombro se não seguir a sua demonstração de amor.

Por que não se perguntar: o que o Mestre quer de mim? Por que não sentir a vontade dele para a sua vida? É preciso amar. Se no momento de escuridão, aqueles que devem ser a luz do mundo se recolhem, as trevas predominarão.

Não sabiam vocês que teriam que enfrentar momento de escuridão? Não foram preparados? Não foram avisados? Por que agora recuar? Não estão vendo a necessidade do mundo? Por que agora não apresentar a vossa paz? Se vocês se recusarem a cultivar e compartilhar a paz, quem deverá fazer? Aqueles espíritos tenebrosos, encarnados e desencarnados que manipulam o medo humano?

Precisamos de testemunhos sinceros. Preciso dizer que todos aqueles que sempre buscaram o Mestre para ter vantagens pessoais não serão dignos do testemunho.

Existiria para vocês exemplo mais eloquente do que esse de Eurípedes? Filhos, os suicídios estão aumentando e os espíritas não querem sequer fazer reunião mediúnica.

As pessoas estão se sentindo atormentadas, porque são obsessores terríveis que geram esse clima de pavor, são espíritos tenebrosos.

Gostaríamos de contar com os espíritas para transformar esses obsessores tenebrosos em suas reuniões mediúnicas, mas os espíritas não o fazem. Como achar que Eurípedes não fez o correto? Eu sei que os falsos espíritas o condenarão intimamente. Ah, não deveria ter feito isso. Ah, morreu porque fez errado. Não, meus filhos. Eurípedes desencarnou porque fez a vontade de Deus, como fizeram todos os cristãos diante da arena romana.

Precisamos ter fé. Precisamos ter uma responsabilidade espiritual imensa. A humanidade precisa de socorro. Onde estão os espíritas? Por que os médicos e profissionais de saúde espíritas não estão se candidatando para morrer, se preciso, servindo os miseráveis? Ou para isso o Espiritismo não serve? Essa parte é melhor esquecer? Essa parte é muito desconfortável? Eu quero apenas ficar com a parte do congresso, da poltrona confortável no ar-condicionado…

Filhos, o mundo vai continuar o seu processo de transformação dolorosa. Armem-se de coragem. Precisamos de testemunhos. Precisamos de pessoas que temam abandonar o Cristo mais do que a morte.

Não podemos mais repetir essas cenas bizarras de os pregadores da imortalidade serem covardes ante a morte.

Vou falar algo para que vocês entendam: hoje no mundo nós temos duas gerações. Temos a geração daqueles que impuseram a morte aos verdadeiros cristãos e desses muitos estão no movimento espírita. E temos no mundo a geração dos verdadeiros cristãos, muito mais novos. O que acontece? Aqueles que impuseram a morte hoje precisam criar coragem e agir como cristãos, porque eles estão sendo observados pela nova geração que está no mundo.

Veja que coisa curiosa: no último encontro, esses mais velhos mataram os que hoje estão mais novos no mundo. Hoje reencarnam os mais novos e observam aqueles que os mataram tendo que enfrentar o desafio da própria morte. Como a vida é bela! Ninguém escapa da grandeza de Deus. Quem sabe muitos de vocês vão vencer esse medo terrível da morte e vão sacrificar-se pelo bem, ajudando, orando, ensinando, exemplificando cada dia.

E a nova geração vai olhar e vai sorrir: que bom, agora podemos ser amigos e vamos nos dar as mãos. Isso é o que desejamos. Que vocês que tanto tremem, que tanto se apavoram, saibam: vão morrer. Ninguém que tenha que desencarnar vai escapar. O próprio Eurípedes optou por morrer assim. E se você tiver optado vai morrer de um jeito ou de outro. Quero que vocês entendam, falo da postura emocional. Tomem todos os cuidados. Mas nunca aceitem um cuidado que vos afasta do Cristo.

Eurípedes é o exemplo da Nova Geração. Será triste que quando nos reunirmos no mundo espiritual, a Nova Geração e a geração de vocês que está aí para se redimir, se vocês mais uma vez tiverem fugido do testemunho.

Estamos em um momento maravilhoso de crescimento espiritual. Roguem aos vossos anjos guardiões, peçam intensamente ao Cristo e à Eurípedes força e coragem. Mas não vão simplesmente pedir a Eurípedes, o líder da Nova Geração, para não desencarnar de gripe, porque ele desencarnou. Que exemplo bonito!

Filhos, peçam a Deus saúde com fé e confiança, e peçam ainda mais: Senhor, transforma-me em um verdadeiro cristão, custe o que custar, porque a Terra está muito próxima do Reino do Cristo. 

Que vocês fiquem em paz, 

Do amigo espiritual de sempre. 

1 thought on “Nova Geração 05 – Gripe Espanhola, Grande Espera e Eurípedes Barsanulfo.

  1. Sempre acreditei que o trabalho é um dos maiores remédios para a alma e para o corpo, pois o trabalho digno é uma oração e devoção.
    O medo divulgado hoje é bem destrutivo. Temos que nós animar e reinventar a cada dia, na construção de um mundo melhor.

O que você achou?